Em nota, Guga afirma que nunca recebeu ofertas para manipular resultados

Getty Images

O maior tenista brasileiro nos últimos tempos, Gustavo Kuerten, o Guga, usou a rede social para divulgar uma carta aberta na tarde desta segunda, para comentar a suspeita de manipulação de resultados e apostas e jogadores da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

LEIA MAIS:
Canal inglês revela escândalo de apostas no tênis; campeões de Grand Slams estão envolvidos

Durante esta segunda-feira, escândalo de manipulação de resultados no mundo do tênis provocou suspeitas e desconfortos na modalidade, horas antes do início do Aberto da Austrália. Segundo a BBC e o site BuzzFeed News, 16 dos 50 jogadores mais bem colocados no ranking da ATP, podem ter manipulado resultados em troca de grandes quantias em dinheiro de apostadores.

Guga, ex-número 1 do mundo, se posicionou sobre o assunto e afirma que nunca foi assediado para que fizesse um determinado resultado em quadra, e aponta que o assunto é antigo e pediu que a ATP trate o caso com seriedade, pedindo punição a quem manipulou resultados. Kuerten diz também que a entidade sempre foi rigorosa no combate à corrupção.

Segue a nota na íntegra:

– O episódio é muito triste. Durante toda a minha carreira eu nunca fui assediado, mas o assunto já assombra o tênis há bastante tempo. Para mim a manipulação de resultados, assim como o doping representam a corrupção dentro do ambiente esportivo que precisa ser banida. Nos anos em que eu estive no circuito a ATP sempre combati o caso com muita seriedade. O assunto é extremamente preocupante, porque compromete a essência do esporte, a competição limpa, plena, o respeito às regras. Pela decência e justiça cultivadas pelo universo do tênis, acredito que sejam casos isolados, em que a punição deve ser severa.

Crédito da foto: Getty Images



Dennys Carvalho é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdade Integradas Alcântara Machado) e apaixonado por esportes. Já trabalhou na Rádio Escuta/Produção da REDETV!, operador de TV de uma empresa de monitoramento de mídia e Pós-Graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte.