DESAFIO no Palmeiras: elenco numeroso, disputa por posições e inscrições limitadas

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras

Que o Palmeiras é um dos times brasileiros mais bem preparados para a temporada 2016, isso é inegável. Contudo, o técnico Marcelo Oliveira, em coletiva de imprensa na Academia de Futebol, nesta segunda, 18, comentou sobre alguns desafios que o clube terá na temporada: elenco numeroso, disputa por posições e número de inscritos limitado nas competições são alguns deles.

LEIA MAIS
Marcelo Oliveira cita Corinthians e crava: “Não temo o mercado chinês”
Gabriel volta de lesão como titular no Palmeiras? Marcelo Oliveira responde
Marcelo Oliveira indica uso da BASE no Palmeiras em 2016; veja quem!
Em coletiva, Marcelo Oliveira fala de Libertadores e Mundial
Técnico do Palmeiras indica possível substituto de Cleiton Xavier
Marcelo Oliveira afirma que elenco do Palmeiras NÃO está fechado

A torcida do Palmeiras está bastante empolgada e ansiosa para que a temporada 2016 do futebol brasileiro comece logo. Manutenção dos principais jogadores e contratações pontuais para o elenco – além da não menos importante sequência de trabalho da comissão técnica – são alguns dos fatores que deixam os alviverdes animados.

No entanto, tudo isso também possui um lado “negativo”. Se o elenco do Palmeiras hoje é numeroso, certamente alguns atletas vão precisar ser cortados em algumas competições, ou não relacionados para alguns jogos. Dessa forma, a concorrência por posições será ainda mais intensa. Como será que o técnico Marcelo Oliveira encara tais situações?

“Tem que ter essa consciência [inscrições limitadas]. Isso já foi passado para os jogadores. Para se ganhar competições importantes, é necessário elenco de boa qualidade. Em algum momento, um grande jogador pode estar fora até do banco de reservas, da lista de inscrição para a Libertadores, mas vai ter no dia a dia a mesma dedicação, mesma importância no nosso conceito”, disse o comandante alviverde.

“Esse é um exercício diário [disputa por posições], de conscientizar o atleta da importância de todos, de que não se ganha título sem ter esse tipo de situação. Me incomodaria mais ter um elenco curto, sem reservas suficientes, e se visse algum jogador acomodado. O que espero é todos estejam disputando a posição de forma saudável e legítima. O atleta mesmo vai se escalando”, emendou o técnico.

E qual será o critério de escolha de Marcelo Oliveira no dia a dia? Dará prioridade para os jogadores que foram titulares em 2015 ou dará espaço para os novos mostrarem a que vieram?

“Critério técnico. Esperamos inscrever os melhores para as competições. Estávamos há nove dias, as coisas indo bem, e perdemos dois jogadores [Cleiton Xavier e Rodrigo]. Isso é muito comum quando se está competindo forte. Esses que estão à disposição precisam estar preparados para jogar”, finalizou o treinador.

Foto: César Greco / Palmeiras / Divulgação