Chapecoense aciona Yago Pikachu na justiça por quebra de contrato; entenda

Vascoc
Foto: Divulgação/Flickr Oficial do Vasco/Paulo Fernandes

Antes de Yago Pikachu fechar com o Vasco da Gama, o lateral-direito teria assinado um pré-contrato para disputar a Série A do Campeonato Brasileiro pela Chapecoense. A informação foi divulgada pelo presidente da Chape, Sandro Pallaoro, para o site “Lance!” que almeja cobrar na justiça pela “quebra de contrato”.

LEIA MAIS:
Vasco agenda reunião em Brasília para sacramentar renovação com a Caixa
Após Nenê e Luan, Vasco inicia processo de renovações com elenco

“O empresário (Cláudio Albuquerque) e o procurador ofereceram o Yago Pikachu para nós. Acertamos os salários e ele assinou um pré-contrato em uma segunda-feira. Mas, dois dias depois, sem sequer nos avisar, foi anunciado como reforço do Vasco. Vamos atrás dos nossos direitos, e exigimos que ele pague a multa rescisória de R$ 300 mil pela quebra de contrato “, afirmou o mandatário.

O mandatário da equipe catarinense lamenta a conduta do lateral-direito, por não cumprir o pré-contrato assinado com a Chapecoense. Sandro Pallaoro acredita que houve má-fé tanto do Yago Pikachu, quanto dos empresários do jogador por não respeitarem o que foi acordado com o Verdão do Oeste.

“Olha, vejo má-fé de ambas as partes. O Pikachu podia dizer que recebeu uma proposta melhor de outro clube, e o Vasco, que devia estar ciente do pré-contrato para não compactuar com isto tudo. Senão, pra que existe um pré-contrato?”, questionou o dirigente.

Foto: Flickr Oficial do Vasco/Paulo Fernandes



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com