Caixa Econômica Federal descarta patrocínio a Fluminense e Botafogo

Foto: Bruno Haddad/Fluminense FC

A Caixa anunciou nesta terça-feira o investimento de R$ 83 milhões em forma de patrocínio para dez clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro. Vasco e Corinthians ainda negociam.

LEIA MAIS:
Flamengo é o clube que receberá o maior valor de patrocínio da Caixa; veja
Imprensa colombiana afirma que volante Gustavo Cuéllar vai para o Flamengo
Fluminense vai receber proposta de R$ 44,2 milhões por mais uma revelação
Querendo enxugar o elenco, Palmeiras empresta lateral para a disputa do Carioca

O Diário Oficial da União divulgou, em sua edição desta terça-feira, os valores que a Caixa Econômica Federal pagará pelo patrocínio de alguns clubes do futebol brasileiro. O maior valor será pago ao Flamengo. Veja aqui os valores que cada clube receberá: Flamengo é o clube que receberá o maior valor de patrocínio da Caixa; veja os valores de cada clube.

Quem não deve ter o patrocínio do banco federal na próxima temporada são Fluminense e Botafogo. Dirigentes de ambos os clubes negociaram, mas as conversas não evoluíram.

O superintendente nacional de promoções e eventos da Caixa, Gérson Bordignon, confirmou que as negociações com Flu e Bota não avançaram e os clubes terão que procurar novas empresas interessadas em estampar a marca em suas camisas.

– Não tivemos uma negociação forte com os dois clubes. Houve conversas lá atrás, mas que se enfraqueceram ao longo do caminho.

Ainda segundo o superintendente, o banco analisa vários fatores dos clubes e o resultado do investimento em clubes tem sido positivo.

– Temos uma empresa que faz toda a varredura de exposição da marca em todas as mídias e a resposta que estamos tendo é bastante contundente. Nosso balanço é bem positivo.

O Corinthians, que também estampou a marca da Caixa em seu uniforme, ainda negocia a renovação de contrato que tem validade até o fim de janeiro. A expectativa da direção do Timão é, com as CNDs, que o clube receba pelo menos os R$ 30 milhões atuais.

O valor pode ser maior que o do Flamengo, pois ao contrário do Rubro-negro, o time paulista estampa o patrocínio da Caixa na parte da frente e de trás da camisa. Já o clube da Gávea, prefere deixar a parte de trás para negociar com outras empresas e assim ter, na soma dos patrocínios, a camisa mais valiosa do país. A Jeep negocia com o Fla a parte de trás do Manto vermelho e preto.

 

Veja também:

14 opções de zagueiros para seu time se reforçar em 2016.
Veja brasileiros que atuam na Europa e poderiam ser repatriados.
Veja boas opções de jogadores que ficam sem contrato ao fim de 2015.
11 opções de volantes para seu time se reforçar em 2016.

Foto: Divulgação

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi