Polêmico atacante italiano exagera na honestidade: “sou um preguiçoso”

Getty Images

O atacante italiano Antonio Cassano é um típico “garoto-problema” do futebol mundial. Um dos jogadores mais polêmicos da sua geração, o atleta surgiu como grande revelação na Itália no começo do século, mas acabou desperdiçando a carreira por conta dos problemas criados.

Hoje aos 33 anos, Cassano defende a Sampdoria e já pensa no fim carreira, por isso deixou de lado o discurso ensaiado e falou com honestidade sobre seu histórico.

“Talento desperdiçado? Faz mais de dez anos que essa história existe. O problema é que me arruinei sozinho, sou um preguiçoso que nunca fiz nada para render ao máximo. Se achava o técnico muito rígido, eu me rebelava. Se achava o técnico muito mole, eu dormia. A verdade é que o problema era eu e entendi isso tarde demais”, disse Cassano em entrevista ao programa Tiki Taka, da emissora italiana Italia Uno.

O atacante tem grandes clubes como Roma, Real Madrid, Inter de Milão e Milan, mas em nenhum deles desempenhou todo o seu potencial. O mesmo se repetiu na seleção italiana.

Mas Cassano deixa tudo isso para trás ao analisar o que realmente importa. “Mas na vida o importante é ser feliz e eu sou”, resumiu.

Apesar de admitir que não se ajuda, o jogador da Sampdoria sonha com a convocação para a disputa da Eurocopa de 2016, na França. O técnico Antonio Conte, no entanto, já afirmou que Cassano não deve ser chamado.

“Uma chance em um bilhão. Conte quer jogador que se sacrificam, por isso mudei meu jeito de treinar. Eu espero que sim, mas sei que é quase impossível. Se ele não me convocar, ficarei em casa torcendo pela Itália e por Insigne”, disse.

Crédito da foto: Getty Images



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.