11 estádios nos quais o Santos devia se inspirar caso construa um novo

Divulgação

O Santos, há mais de uma década, demonstra interesse em um novo estádio. Usualmente pensado para fora de sua cidade-sede, tudo começou a mudar no final do ano passado, quando a prefeitura santista indicou que pode construir um novo estádio no próprio município – e este englobaria não só o Santos, mas também a Portuguesa Santista e o Jabaquara.

Mas, claro, o uso principal seria do maior do trio. E, desta forma, arquibancadas maiores seriam necessárias. Hoje, a Vila Belmiro não comporta mais do que 15 mil pessoas. Muito se fala que o novo estádio teria 25 mil lugares.

Como as médias de público do Santos são razoavelmente baixas, não é uma certeza de que um estádio para 40 mil pessoas, por exemplo, estaria sempre cheio – a longo prazo. Mas e um meio termo?

Abaixo, veja 11 estádios que podem servir de inspiração para o Santos – em termos de capacidade, de modernidade e de molde:

Ghelamco Arena – Gent-BEL

gent

O estádio do Gent-BEL (time que está nas oitavas da Liga dos Campeões) possui apenas um anel de arquibancadas, que recebem 20 mil pessoas. O design é simples e o público fica muito perto do gramado – não acabaria com o estilo “pressão” da Vila. O formato também permite que as arquibancadas sejam levemente mais altas em cada lado, o que aumentaria a capacidade e tornaria o estilo atrativo ao Santos.

Parque Central – Nacional-URU

parque central

O tradicionalíssimo time uruguaio tem um estádio tão “caloroso” quando a Vila – mas que comporta 26,5 mil pessoas. Com um estádio parecido, o Santos teria espaço para cadeiras e arquibancadas, como possui hoje, e ainda a possibilidade de ampliação nas curvas, que são abertas no estádio uruguaio – e isso sem perder a proximidade da torcida com o gramado.

Municipal do Aveiro – Portugal

aveiro

O estádio português tem capacidade para 30 mil pessoas. Não é espalhafatoso e, para o Santos, ainda poderia retirar as partes altas atrás dos gols – o que deixaria as organizadas coladas nos gols, em posição ideal para a pressão que o clube gosta – sem perder muita capacidade.

Craven Cottage – Fulham-ING

fulham

O modelo de estádio do Fulham uniria duas coisas que o santista quer: aumentaria a capacidade (o Craven Cottage comporta mais de 25 mil pessoas) e mantém o estilo antigo. As arquibancadas são baixas, mas longas (para trás) e coladas no gramado.

Red Bull Arena – Red Bull New York-EUA

RBA

Se o santista quer modernidade, está aí uma boa “cópia” – inclusive o Santos inaugurou o estádio, em amistoso em 2010. A Red Bull Arena parece gigantesca, mas comporta 25 mil pessoas e tem as arquibancadas coladas no campo. Não é exagerada mas não é antiquada.

Monumental David Arellano – Colo Colo-CHI

monumental-colo-colo2

Apenas um anel de arquibancada – mas, acredite, cabem 47 mil pessoas no estádio chileno. As arquibancadas são longas para trás, mas não muito altas, e ficam extremamente perto do campo. Se o Santos quiser ousar aumentando a capacidade, mas sem perder o ar tradicional, é uma boa pedida.

Jassim Bin Hamad – Al Saad-QAT

jassin

O estádio do Qatar tem o desenho perfeito para o Santos – arquibancadas em preto e branco, coladas no gramado e em anel único, aumentando a pressão. Mesmo parecendo menor que a Vila, comporta as mesmas 15 mil pessoas. O Santos poderia aumentar a altura dos anéis e teria um estádio perfeito para o clube.

An Der Alten Försterei – Union Berlin-ALE

union

O estádio alemão comporta 22 mil pessoas e é todo coberto. Mas um dos lados é menor, como pode ser visto na foto. Ou seja, igualando a altura dos outros setores, aumentaria a capacidade para algo em torno de 26 mil. Estilo de pressão, coberto e com cara de anti-futebol moderno.

El Gigante de Alberdí – Belgrano-ARG

belgrano

Estádio com muita cara de “cancha” argentina, do Gigante de Alberdí comporta 24 mil pessoas – mas tem uma das laterais baixas, o que pode aumentar e muito a capacidade. Se o santista quer um estádio grande e com pressão, é uma ideia.

Municipal de Braga – Braga-POR

braga

Um dos estádios mais bonitos do mundo, a casa do Braga só possui arquibancadas nas laterais e, mesmo assim, comporta 30 mil pessoas. Seria ousado, mas por que não? Além disso, ocuparia menos espaço no terreno pretendido.

La Bombonera – Boca Juniors-ARG

boca

O desejo mais óbvio dos santistas há anos é copiar a Bombonera – a Vila cresceria para cima, e não para os lados. Mas nunca foi colocado em prática. Em uma nova casa, porém, seria possível. Criaria o clima desejado por todos e seria grande, tanto quanto uma “arena”, mas sem o tom de modernidade.

Fotos: Divulgação/Ghelamco/Nacional/Aveiro/Red Bull NY/Conmebol/Wetlfussballarchiv/PES Data/Belgrano/Visit Portugal



Jornalista esportivo.