Sem folga de fim de ano, Comercial anuncia “xerife” para a Série A3

Há poucas horas para 2015 terminar, a diretoria do Comercial-SP trabalha à todo vapor. Os dirigentes anunciaram, nesta quarta-feira (30), a contratação do zagueiro Fábio Fernandes, o Fabão, que disputou o último Campeonato Sul-Mato-Grossense pelo Sociedade Esportiva Recreativa Chapadão (SERC).

LEIA MAIS:
Briosa fecha parceria com o Santos e deve contar com atletas do Peixe em 2016
Jornalista revela: “O Eto’o foi fundamental para a escolha da profissão”
Após lesão, goleiro do XV de Piracicaba acredita em volta por cima em 2016

10153918_707792479291525_1105207686613776845_nPelo ex-clube, o beque foi eleito o melhor defensor da competição. O vínculo do atleta com o clube será até o fim da competição. O jogador chega ao Palma Travassos nesta segunda-feira (04) para a apresentação oficial.

Após reformulação em todo elenco alvinegro, a diretoria estava em busca de um xerife para a Série A3 do Campeonato Paulista. Com 28 anos, Fabão chega para ser o camisa “4” do Comercial. As principais características do atleta é a forte marcação e bola aérea.

“A expectativa é grande estou feliz em ter acertado com o Comercial, clube de muita tradição, que possui uma torcida fantástica, espero dentro de campo retribuir a confiança depositada em mim, e com muita determinação buscar o tão sonhado acesso”, disse o novo reforço do Comercial que chega com muita vontade e com objetivo principal em ajudar o clube a conquistar o acesso para Série A2.

O defensor ainda destacou a principal arma do clube alvinegro e mandou recado aos comercialinos. “A torcida do Comercial, pode esperar de mim muita raça e determinação, o calor desta torcida será fundamental para atingirmos nossos objetivos, sabemos que a cobrança é grande, particularmente acho melhor ainda, pois o calor deles nos incentiva ainda mais”, concluiu o beque do Comercial.

Além da SERC, Fabão defendeu outras equipes do estado sul-mato-grossense, também se destacou vestindo as camisas de XV de Piracicaba, Pogon (POL) e Brasil de Pelotas-RS.

Foto: Reprodução|Facebook



Ribeirão-pretano com orgulho e apaixonado por todas as modalidades esportivas. Jornalismo esportivo é uma das paixões que carrego em meu peito. Sonhar é o que mantém o Homem vivo. "O Homem não morre quando deixa de existir, e sim quando deixa de sonhar".