Relembre os melhores momentos do Grêmio em 2015

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio encerrou a temporada 2015 de forma digna, embora tenha seguido com um incômodo jejum de quase cinco anos sem qualquer título. A equipe, que foi treinada por Luiz Felipe Scolari e depois por Roger Machado, foi vice-campeã gaúcha, quadrifinalista da Copa do Brasil e terceira colocada do Brasileirão. Foram 67 jogos, com 37 vitórias, 11 empates, 15 derrotas, 90 gols marcados e 48 gols sofridos.

O Torcedores.com selecionou abaixo os melhores momentos do Grêmio em 2015:

Estreia no Gauchão com o brilho de Barcos: O Grêmio não tomou conhecimento do União Frederiquense, na Arena, e enfiou 3 a 0 no caçula do Gauchão. O atacante Barcos brilhou em sua despedida com a camisa gremista antes da ida ao futebol chinês. Marcou dois gols e deu uma assistência.

O paredão Marcelo Grohe I: O Tricolor Gaúcho passou por maus bocados contra o Novo Hamburgo, na Arena, na partida única válida pelas quartas de final do Gauchão. Só conseguiu a classificação à fase seguinte na disputa por pênaltis, após empate em 1 a 1 no tempo normal. Fred, de falta, abriu o placar para os visitantes. Geromel deixou tudo igual. Nas penalidades brilhou a estrela do ídolo Marcelo Grohe, que pegou duas cobranças.

Estreia de Roger Machado na Arena – A estreia do técnico Roger Machado dentro da Arena não poderia ter sido melhor. Com futebol envolvente, o Grêmio começou a construir a vitória contra o Corinthians, pela 5ª rodada do Brasileirão, com apenas quatro minutos de bola rolando, quando fez 2 a 0 com Giuliano e Marcelo Oliveira. Ali, já deu para ver qual seria a principal marca da equipe na temporada: a intensidade na marcação no campo de defesa do adversário. Mendoza diminuiu para o rival ainda no primeiro tempo, mas Luan ampliou para 3 a 1.

O paredão Marcelo Grohe II – O Grêmio passou por um tremendo sufoco para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil. Após perder para o Criciúma por 1 a 0, na partida de ida, na Arena, a equipe foi ao interior catarinense precisando reverter o placar para seguir vivo na competição. O Tricolor devolveu o placar – com gol de Pedro Rocha, e forçou a decisão por pênaltis. E, novamente, brilhou a estrela de Marcelo Grohe, que defendeu duas cobranças.

O inesquecível no Gre-Nal dos 5 a 0 – O dia 9 de agosto foi o mais feliz da temporada para o gremista. E não foi por menos. O Tricolor atropelou o arquirrival Internacional por 5 a 0, na Arena, em partida válida pela 17ª rodada do Brasileirão. Foi o placar mais elástico do clássico após 103 anos. Giuliano, Luan (duas vezes), Fernandinho e Réver (contra) fizeram os gols. Os colorados vão ser alvos de gozações por muito tempo.

Aula de contragolpes é destaque na mídia estrangeira– O Grêmio foi sufocado na maior parte dos 90 minutos contra o Atlético-MG, porém, calou o Mineirão com dois gols em contragolpes mortais, durante jogo válido pela 18ª rodada do Brasileirão. O primeiro tento marcado por Douglas foi destaque na imprensa mundial. Foram 23 toques rápidos na bola por sete jogadores em 23 segundos. O jornal argentino Olé definiu o lance como “obra de arte”. O português Record questionou: seria “esse o contra-ataque perfeito?”.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)