Palmeiras: Construtora já faturou R$ 50 mi com Allianz Parque

A construtora e gestora do Allianz Parque, a WTorre já faturou cerca de R$ 50 milhões com o novo estádio do Palmeiras desde a sua inauguração, em novembro de 2014, segundo informação do blog de Prima do Lancenet

LEIA MAIS:
Palmeiras busca valorizar Dudu e Gabriel Jesus na Libertadores 2016
Com menos sócios, Palmeiras lucra 12 vezes mais que o Corinthians

Assim como o torcedor do Palmeiras, a WTorre é uma que pode comemorar o sucesso da nova casa alviverde, gestora do estádio pelos próximos 20 anos a construtora faturou alto com apenas 1 ano de vida do novo estádio palmeirense.

A principal fonte de receita da arena é o naming rights, negociado com a seguradora Allianz, que representou em torno de 40% do total arrecadado pela construtora. Cotas de patrocínio utilizados no estádio, uma delas negociada com o Banco do Brasil, representam outros 10% da receita. Shows, eventos corporativos e sociais correspondem a outros 5% do faturamento da WTorre

Por algum tempo a relação entre o Palmeiras e a construtora andou conturbada por causa de divergências em número de cadeiras a cada qual tem direito. A construtora e gestora do Allianz Parque também teve um episódio complicado com a Adidas, fornecedora de material esportivo do Palmeiras, por uma camisa comercializada sem a nomenclatura oficial do estádio.

Foto: Divulgação



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.