Opinião: Atlético-MG não teve um 2015 ruim, mas torcida quer ano bem melhor

Crédito da foto: Bruno Cantini/CAM

O Atlético-MG terminou 2015 com o título estadual, o vice-campeonato brasileiro, vaga garantida na próxima Libertadores, e o prazer de ver o Cruzeiro, seu maior rival, ficando fora da competição continental em 2016.

LEIA MAIS
Futebol na TV: veja em quais canais assistir às principais competições em 2016

O time azul, aliás, rendeu bons momentos de piadas ao torcedor alvinegro, como na eliminação em casa para o River Plate na Libertadores deste ano. Por tudo isso, o ano que termina hoje não foi ruim. Mas a exigência agora é por um ano muito melhor.

Sai Levir Culpi, entra Diego Aguirre no comando do Galo. Títulos, a torcida quer todos. Mas é claro que a maior obsessão deste semestre será a conquista do bi da Libertadores. Mesmo que o Mineiro e a Liga Sul-Minas-Rio sejam torneios importantes, que terão o Cruzeiro como um de seus participantes, o Galo quer voltar a jogar um Mundial, desta vez no Japão.

2016 tem tudo para ser mais um ano glorioso para o time que se acostumou a levantar troféus nos últimos tempos. Campeão da Libertadores de 2013, da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil de 2014, o Atlético-MG agora quer espantar mais uma gozação dos rivais: a de não conquistar bicampeonatos. É hora de realizar mais esses sonhos.

Foto: Bruno Cantini/CAM



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016. Também colabora com o ONDDA, site "irmão" do Torcedores.com.