Nenê já foi chamado de “laranja podre” por rebaixamento do Palmeiras

Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

O atacante Nenê, do Vasco, é um dos principais rumores do Palmeiras no Mercado da Bola 2016, mas o jogador já tem um passado não muito glorioso na equipe alviverde. Ainda em início de carreira após um bom começo no Paulista de Jundiaí, Nenê foi emprestado ao Palmeiras em 2002, justamente na campanha em que o time alviverde foi rebaixado para a Série B do Brasileirão pela primeira vez.

LEIA MAIS
Palmeiras: veja quais devem ser os jogos no Allianz Parque no começo de 2016

Após problemas entre o clube de Jundiaí e o Palmeiras, Nenê foi jogar no Santos em 2003, enquanto o Verdão sofria o vexame de estar na segunda divisão nacional e vivia o vexame da eliminação na Copa do Brasil para o Vitória com um histórico 7 a 2 no Parque Antárctica. Dez anos depois daquele rebaixamento, em 2012, o ex-goleiro Sérgio fez duras críticas a Nenê, que jogava no PSG, e o chamou de “laranja podre” do elenco de 2002.

“O Nenê era um jogador de muito potencial, tanto que hoje ele está brilhando na França. Mas em 2002 ele destoava do resto do grupo. Tinhamos jogadores muito experientes, mas o Nenê na época não tinha a dimensão do que representa o Palmeiras”, disse Sérgio, há três anos, em entrevista ao repórter Pedro Rocha, do Esporte Interativo, ao ser questionado se havia alguma “laranja podre” naquele time.

Nenê voltou a ser rebaixado em 2015, jogando pelo Vasco. O time carioca vai jogar a Série B pela terceira vez neste século, o terceiro rebaixamento em menos de 10 anos. O atacante é cogitado como um possível reforço do Palmeiras no Mercado da Bola 2016 desde a reta final do Brasileirão passado.

Foto: Paulo Fernandes/Site oficial do Vasco



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016. Também colabora com o ONDDA, site "irmão" do Torcedores.com.