Mercado da bola 2016: Flamengo acerta empréstimo de Luiz Antonio para o Sport

Luiz Antônio (volante). Foto: Gilvan de Souza / Divulgação

O Flamengo não pensa somente em contratar, mas o planejamento para 2016 inclui também se desfazer de jogadores que não empolgaram. Depois de estar acertando os últimos detalhes da ida de Paulinho para o Santos, agora a diretoria rubro-negra definiu o empréstimo do volante Luiz Antonio para o Sport Recife por uma temporada. A informação procede do jornal carioca Extra.

LEIA TAMBÉM:
Mercado da bola 2016: Flamengo iguala proposta de Flu e Grêmio por Henrique, diz jornal
Mercado da bola 2016: Flamengo fica perto de acerto com lateral Chiquinho

O anúncio de Luiz Antonio na capital de Pernambuco depende apenas da finalização dos documentos junto ao Flamengo. O volante não estava nos planos de Muricy Ramalho no Ninho do Urubu e virou moeda de troca para negociações. O Cruzeiro e o futebol chinês sondaram o jogador, mas o Sport acabou levando a melhor. O Urubu irá receber uma compensação financeira pelo empréstimo

Aos 24 anos, Luiz Antonio não conseguiu se firmar no Ninho do Urubu, principalmente por problemas extracampo. Em 2013, o jogador tentou uma rescisão com o Flamengo no Tribunal Regional do Trabalho por diferença salarial em comparação a outros jogadores do elenco. Levou a pior no veredicto, e foi afastado pela diretoria.

Além disso, em março deste ano, Luiz Antonio foi indiciado e denunciado pelo Ministério Público por estelionato e organização criminosa, acusado de forjar o roubo do próprio carro, que teria sido dado de presente a um dos chefes da maior milícia que atua no Rio de Janeiro.

Em 2015, Luiz Antonio disputou 26 jogos, sendo 14 no Campeonato Brasileiro, em que marcou o único gol na temporada. E que gol! Na vitória sobre o Cruzeiro por 2 a 0, no Maracanã, em partida válida pelo segundo turno, o volante aproveitou rebote de um escanteio e, de primeira, emendou um belíssimo chute no ângulo do goleiro Fábio.

Relembre!



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.