Matheus Sales revela SEGREDO para ser titular do Palmeiras em 2016

César Greco/Ag. Palmeiras

Após quase um mês da conquista do tricampeonato da Copa do Brasil, o torcedor do Palmeiras ainda faz piadas com os santistas. O principal alvo é Lucas Lima. O meia do Peixe, e da seleção, não jogou bem a segunda partida, no Allianz Parque, devido à eficiente marcação do jovem Matheus Sales, uma das revelações das divisões de base alviverde.

LEIA TAMBÉM:
Opinião: Criticado, Palmeiras pode ter melhor meio-campo do Brasil em 2016
Com o título da Copa do Brasil, Matheus Sales dará sofá e geladeira à mãe
Matheus Sales receberá aumento no Palmeiras em 2016

As piadas depois da partida foram das mais diversas, entre elas se o jogador do Santos já “saiu do bolso” do volante do Palmeiras, de apenas 20 anos. A verdade é que Matheus se firmou no time em um momento que o clube parecia “definhar” na temporada.

Em agosto, Gabriel, titular inquestionável de Marcelo Oliveira, rompeu o ligamento do joelho e precisou se submeter a uma cirurgia. Arouca sofreu bastante com lesões musculares e desfalcou a equipe em vários momentos. Amaral e Andrei Girotto, os reservas diretos, não agradaram e Alexandre Mattos até contratou Thiago Santos para suprir a carência de volantes no elenco.

Como Thiago não poderia jogar na Copa do Brasil por ter defendido anteriormente o América-MG, sua ex-equipe, o técnico do Palmeiras apostou na joia da base e não se decepcionou. Para 2016, Matheus já tem a bagagem de um título de expressão, porém terá que mostrar ainda mais seu valor para se firmar como titular em 2016.

Tudo porque o Palmeiras já contratou Rodrigo, revelação do Goiás, e ainda deverá anunciar Jean, do Fluminense, para o setor. Apesar da alta concorrência, Matheus Sales prega a mesma filosofia de antes de ser promovido ao time principal. “É só trabalhar firme. Vou buscar meu espaço de novo”, avisou o jogador ao site ESPN.com.br.

Capitão das divisões de base, Matheus impressiona não somente pela marcação sem a bola, mas pela versatilidade de um volante moderno, que também tem muita qualidade ofensiva. “Marco forte, pego mesmo. E o passe é uma característica forte que eu tenho. Por isso, sempre peço a bola. Não dá para se esconder e ter medo de jogar. Tem de pedir a bola mesmo e tentar jogar”, afirmou o jogador com baita personalidade.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.