Libertadores: adversário do Palmeiras, Nacional tem velhos conhecidos do futebol brasileiro

Divulgação

O Palmeiras conheceu, na noite desta terça-feira (22), seus adversários na fase de grupos da Libertadores. Em sorteio realizado em Luque, no Paraguai, ficou decidido que o time de Marcelo Oliveira ficará no Grupo 2, ao lado de Nacional, do Uruguai; Rosario Central, da Argentina; e o vencedor de Universidad de Chile e River Plate, do Uruguai.

LEIA TAMBÉM:

Palmeiras garante R$ 5,4 milhões na Libertadores; valor pode chegar a R$ 29 milhões

O Nacional do Uruguai, o principal adversário do Palmeiras no Grupo 2, também é considerado um clube “encardido”, já que participa de sua 20º edição consecutiva da Libertadores e já conquistou a competição três vezes.

Além disso, o Nacional tem três jogadores – velhos conhecidos – dos torcedores brasileiros e que podem dar muito trabalho ao Alviverde na primeira fase da competição. O principal ídolo também é um dos mais “perigosos”: Loco Abreu.

O experiente atacante uruguaio já defendeu as cores do Botafogo, onde conquistou o Campeonato Carioca, além de ter defendido por muito tempo a seleção uruguaia.

Outro nome que também é conhecido entre os brasileiros é o do lateral Jorge Fucile, que chegou a defender o Santos, em 2012, mas sem sucesso. O jogador de 31 anos fez história com a camisa do Porto.

Já Sebastián Eguren é um dos nomes que todo torcedor palmeirense vai se lembrar. O volante defendeu o Verdão entre 2013 e 2014, mas não caiu nas graças da torcida.

Classificado para a próxima edição da Libertadores após conquistar o título da Copa do Brasil, o Palmeiras fará sua 16ª participação no torneio sul-americano – segundo brasileiro a atuar mais na competição ao lado do Grêmio. A melhor campanha do Alviverde, é claro, foi em 1999, quando foi campeão ao bater o Deportivo Cali, da Colômbia, em decisão por pênaltis.

Foto: Divulgação/Nacional