Kobe Bryant é ovacionado e recebe “pedaço” da quadra em última partida na casa do rival Celtics; assista

O TD Garden, casa do Boston Celtics, viveu uma noite atípica na rodada desta quarta-feira (30) da NBA. Afinal de contas, não é todo dia que um jogador do grande rival, o Los Angeles Lakers, é aplaudido em território verde. Ainda mais quando a equipe vitoriosa é a californiana. Mas Kobe Bryant não é um jogador qualquer e em seu último jogo no ginásio do maior adversário, ele teve o reconhecimento por parte do torcedor que aprendeu a odiá-lo nos últimos 19 anos.

LEIA MAIS
Você sabe quem é o brasileiro da NBA com mais tempo de quadra? Confira!
Jogador da NBA leva tiro na perna ao deixar boate de strip
Mascote da NBA caça morcego em ginásio; assista

Antes mesmo da bola subir, já havia expectativa para a recepção ao camisa 24 em seu último jogo na cidade de Boston. Ao ser anunciado, Kobe Bryant foi recebido com aplausos pelos fãs do Celtics como se fosse ele um jogador do time da casa.

Mas com o confronto valendo, o ambiente mudou e o Black Mamba passou a ser vaiado intensamente a cada posse de bola ou lance livre que fosse cobrar. Experiente, o craque não se intimidou e foi importante para que o Lakers conquistasse a vitória por 112 a 104. Bryant atingiu mais um duplo-duplo na carreira, com 15 pontos e 11 rebotes. Perto do fim, acertou uma cesta de três crucial para a vitória, além de dominar um rebote ofensivo que resultou em dois lances livres para os visitantes.

Já no minuto final, a torcida celta se rendeu de vez e passou a gritar o nome de Kobe Bryant. Ao sair de quadra com a 11ª vitória na carreira em 23 confrontos disputados em Boston, o jogador fez questão de reverenciar a torcida, que por tantos anos teve o “prazer” de odiá-lo em quadra.

“Eu gostaria de poder fazer mais para mostrar a minha gratidão por eles. É um sentimento estranho caminhar pelo centro da quadra, olhando para aquele escudo. Tentei apreciá-lo o tanto quanto pude”, afirmou o armador do Los Angeles Lakers, que disputou duas finais contra o Celtics em sua carreira e venceu uma.

Kobe_homenagem_CelticsApós a partida, Kobe Bryant ganhou de presente de Danny Ainge, membro da diretoria do Boston, um quadro com um “pedaço” da quadra do TD Garden, finalizando uma noite inesquecível para Celtics e Lakers, que jamais se esquecerão da contribuição dada pelo astro ao grande clássico da NBA.

Outros destaques

Além da atuação de Kobe Bryant, a vitória do Los Angeles Lakers teve grande contribuição do jovem trio formado por Jordan Clarkson, D’Angelo Russel e Julius Randle. Clarkson atuou por pouco mais de 33 minutos, marcou 24 pontos e teve 10-15 dos arremessos de quadra. Russel e Randle vieram do banco de reservas e contribuíram com 16 e 15 pontos, respectivamente, além de 15 rebotes para o ala-pivô. Lou Williams também teve participação fundamental, com 19 pontos.

Pelos Celtics, Isaiah Thomas foi o cestinha, marcando 24 pontos em quase 35 minutos de quadra. Do banco, Evan Turner contribuiu com mais 20 pontos, além de 8 rebotes.

Confira os melhores momentos de Bryant jogando em Boston

Crédito: Divulgação/Los Angeles Lakers



Jornalista graduado pela Universidade Federal de Viçosa. Tem no esporte uma "paixão não correspondida", já que a habilidade trai na hora de praticar. Se jogar não é o forte, por que não falar sobre?