Fluminense deixa Adidas e fecha contrato com a Dry World até o fim de 2020

Foto: Divulgação/Site Oficial do Fluminense

Nesta quarta-feira, o Fluminense oficializou através do seu site oficial a troca de material esportivo para os próximos cinco anos. Com a saída da Adidas, o Tricolor das Laranjeiras fechou com a Dry World onde terá aumento nos valores o que ajudará nas finanças do clube.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Marquinho volta à pauta no Fluminense para 2016

O anúncio aconteceu através do presidente Peter Siemsen que explicou a mudança de material esportivo, para a Dry World. Além de enaltecer que o Fluminense é o primeiro clube no Brasil a fechar contrato de maneira oficial com a nova fornecedora de camisas até 2020.

“O Fluminense sempre se caracterizou por ser um clube pioneiro. É desta forma que trabalho. Pensando no melhor para o clube, inovando, sem medo de desafios”, revela o presidente tricolor para o site oficial.

Com isso, o Fluminense receberá R$ 14 milhões fixos por ano, com possibilidade de aumentar o desempenho de acordo com a venda de camisas a partir de 2016. Com isso, pode ultrapassar a casa de R$ 20 milhões, conforme revela o site “UOL Esporte.com”

Foto: Divulgação



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com