Federação Turca é condenada a indenizar arbitro homossexual

Nesta terça-feira (29), a Federação Turca de futebol foi condenada em um tribunal de Istambul, a indenizar o arbitro Halil Ibrahim Dinçdag, que ficou impedido de arbitrar seus jogos, depois de assumir publicamente sua orientação sexual em uma entrevista de televisão.

images (1)

LEIA MAIS: Neto pagou do próprio bolso dois ternos para Wendell Lira ir ao Puskas

O tribunal localizado na capital do País, condenou a TFF a pagar o valor de 23 mil libras turcas (cerca de 7.200 euros), pela revogação do arbitro que diz ser homossexual. A notícia foi veiculada pela agência turca de notícias Dogan.

Halil Ibrahim Dincdag teve sua licença caçada em 2009, quando assumiu que era homossexual em um programa de televisão. Como defesa a TFF declarou que o arbitro havia sido liberado pelo serviço militar, pois não tinha condições físicas para a função, mas na verdade foi liberado de cumprir serviços militares por sua orientação sexual e caiu na classificação de “imprópria e incapaz de trabalhar como árbitro”.

Credito da Foto: Reprodução



Sou um blogueiro/Colunista do PSArsenal fanático pelos Gunners (Arsenal FC). Apesar de novo e sem experiencias jornalisticas, busco o bom vocabulário para apresentar meus conhecimentos do mundo da bola.