Bicho papão? Adversário argentino do Palmeiras na Libertadores não conquista um título há 20 anos

Reprodução/Facebook

O Palmeiras conheceu, na noite desta terça-feira (22), seus adversários na fase de grupos da Libertadores. Em sorteio realizado em Luque, no Paraguai, ficou decidido que o time de Marcelo Oliveira ficará no Grupo 2, ao lado de Nacional, do Uruguai; Rosario Central, da Argentina; e o vencedor de Universidad de Chile e River Plate, do Uruguai.

LEIA MAIS:
Mattos não crê em desvantagem do Palmeiras na Libertadores: “Chave equilibrada”
Mercado da bola: Erik, alvo do Palmeiras, é o 2º artilheiro sub-23 do Brasil
Libertadores: tudo o que o torcedor do Palmeiras precisa saber
Libertadores: adversário do Palmeiras, Nacional tem velhos conhecidos do futebol brasileiro

Logo que foi anunciado o Rosario Central como adversário, alguns palmeirenses demonstraram certa preocupação, principalmente, por se tratar de um clube argentino, mas se puxarmos pelo histórico recente, não há nada o que temer.

Os canallas, como são conhecidos na Argentina, está sem conquistar um título de expressão desde 1995, quando conquistaram a extinta Copa Conmebol. O último dos quatro títulos argentinos foi conquistado em 1987. Em 2013 o clube conquistou a segunda divisão do Campeonato Argentino.

O Rosario é considerado a sexta força do futebol argentino, e esse é apenas sua 10º participação na Libertadores da América.

Classificado para a próxima edição da Libertadores após conquistar o título da Copa do Brasil, o Palmeiras fará sua 16ª participação no torneio sul-americano – segundo brasileiro a atuar mais na competição ao lado do Grêmio. A melhor campanha do Alviverde, é claro, foi em 1999, quando foi campeão ao bater o Deportivo Cali, da Colômbia, em decisão por pênaltis.

Foto: Reprodução/Facebook