Após impasse por sede, Comercial-SP estreia diante do Cruzeiro na Copa São Paulo

Depois de ficar a temporada de 2015 sem participar da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Comercial Futebol Clube voltará às atividades com base na competição. O grupo, por sua vez, não é nada fácil. Junto ao Leão do Norte, Marília (sede), Vitória da Conquista-BA e Cruzeiro-MG, adversário da estreia comercialina, completam o grupo 5. O primeiro desafio será neste sábado (02), às 17h, no Estádio Bento de Abreu.

LEIA MAIS:
Sem folga de fim de ano, Comercial anuncia “xerife” para a Série A3
Briosa fecha parceria com o Santos e deve contar com atletas do Peixe em 2016
Após lesão, goleiro do XV de Piracicaba acredita em volta por cima em 2016

Para a estreia, o atacante Estevão, que foi destaque da equipe no Campeonato Paulista sub-17, em exclusiva ao Torcedores.com, não esconde a dificuldade que será encarar a Raposa logo de cara. “Sei que será um jogo difícil por ser um time grande, mais espero mostrar meu futebol como havia fazendo no sub-17. A diretoria tem nos incentivado e tem nos passado muita confiança para conseguirmos fazer um excelente campeonato”.

Ele, também, não esconde o empenho na preparação para fazer boa competição e subir para o profissional do Leão do Norte. “Eu tenho me dedicado muito nos treinos e estou muito confiante”. Para o atacante, seus companheiros seguem com o mesmo objetivo na cabeça. “Percebo que o time está bastante focado e espero no mínimo chegar a final que é objetivo do grupo e da diretoria”, encerra.

Temporada de ‘baixos e altos’

O ano de 2015 foi marcado por brigas e rebaixamento no Comercial Futebol Clube. Oposição tomou conta dos bastidores alvinegros no Campeonato Paulista da Série A2 que resultou com a queda para a A3 de 2016. Após Brenno Augusto Spinelli tomar posse da presidência comercialina, o sol voltou a raiar em Palma Travassos.

Ainda tinha uma questão que não se resolvia: participar da Copa São Paulo de Futebol Júnior ou ficar fora. Até então, o clube brigava para ser sede na competição. No fim das contas, o Leão do Norte não conseguiu sediar, mas a participação estava cravada.

Foto: Gabriel Lopes|Comercial FC



Ribeirão-pretano com orgulho e apaixonado por todas as modalidades esportivas. Jornalismo esportivo é uma das paixões que carrego em meu peito. Sonhar é o que mantém o Homem vivo. "O Homem não morre quando deixa de existir, e sim quando deixa de sonhar".