7 melhores narrações de Santos 3 x 2 Corinthians: final do Brasileiro de 2002

Reprodução/YouTube

Há exatos 13 anos, no dia 15/12/2002, o Santos batia o Corinthians por 3 a 2 e se sagrava campeão brasileiro, quebrando uma fila de 18 anos sem taças importantes.

Leia também: 10 momentos definidores de Santos 3 x 2 Corinthians, final do Brasileiro de 2002
Santos 3 x 2 Corinthians, 13 anos: o ranking das atuações dos campeões brasileiros

Todo santista sabe a emoção que sentiu naquele dia. As pedaladas, os gols, a virada, o choro e a taça. Mas há como aumentar essa lista de sentimentos: ouvindo as narrações de rádio e televisão daquele jogo.

Aparentemente, todos os narradores escalados para aquela partida viveram seu auge naquela tarde de domingo. Não existem narrações ruins. Todas passam emoção de maneira pouco antes vista no mundo das transmissões de futebol. Abaixo, 7 sensacionais. Vale ouvir cada uma, cada segundo:

7. Oscar Ulisses

Onde: Rádio Globo de SP

Por quê? Porque Oscar percebeu cedo o quanto Robinho havia sido espetacular, e passa isso aos torcedores durante as duas jogadas decisivas no final do jogo feitas pelo camisa 7.

Frase marcante: ” “Um espetáculo indescritível que o futebol proporciona acontece outra vez no Morumbi. É a torcida do Santos que abraça seu time, que canta o som de campeão brasileiro.”

6. José Silvério

Onde: Rádio Bandeirantes de SP

Por quê? Cada “espaaaalma Fábio Costa” gritado por Silvério deve ter enlouquecido todo torcedor que acompanhou a Bandeirantes naquele dia – corintianos, que não conseguiam ver a beleza das defesas do goleiro, e os santistas, que sentiam antes das defesas que a fila continuaria. Não continuou.

Frase marcante: “Ele passou o pé na bola, para lá, para cá, fintou, limpou, é pênalti!”

5. Nilson César

Onde: Rádio Jovem Pan de SP

Por quê? A voz de Nilson César foi criada apenas para narrar jogos emocionantes de futebol. Não há dúvida disso. Todos os lances decisivos da partida ganham ainda mais sentimento com a voz do narrador.

Frase marcante: “Robinho tenta a finta, grande finta, se marcar acabou, Robinho dominou para o meio, bola desviada, (…) ACABOU. O talento de Robinho fez a diferença, é a mágica do futebol do Brasil.”

4. Galvão Bueno

Onde: TV Globo

Por quê? Porque Galvão tem um dom: o de escolher as palavras certas para passar a emoção de cada lance. É inegável.

Frase marcante: “É do Santos, é do Peixe e pode ser do título” – (se Galvão falou que podia ser, quem é o mundo para discordar?).

3. Edson Callegaris

Onde: Rádio Cultura AM de Santos

Por quê? Narrador mais famoso da cidade de Santos, Callegaris tem como marca de sua narração externar o que o santista gritaria na hora de cada gol. Com a importância daqueles três gols, não havia como a narração não ser emocionante.

Frase marcante: “Acabou! Acabou! O Santos é campeão do Brasil!”

2. Jorge Lunardi

Onde: Rádio Atlântica AM de Santos

Por quê? Porque os gritos de gol de Lunardi naquela tarde são tão fortes quanto o de qualquer torcedor que percebeu que a fila estava acabando. É possível sentir a sinceridade em cada “GOL” berrado.

Frase marcante: “Que coisa maravilhosa ganhar o título com uma vitória em cima do Corinthians”

1. Éder Luiz

Onde? Rádio Transamérica SP

Por quê? Porque Éder é aquele que, em sua narração, melhor explica o que significava ao santista ver a fila acabar.

Frase marcante: “Um pai santista olhando para o filho, e hoje ele não precisa explicar para o filho o que é ter amor por essa camisa, é fácil de entender.”



Jornalista esportivo.