2015 das categorias de base do automobilismo foi marcado por domínios

Um ano marcado pelo domínio nas duas principais categorias de acesso à Fórmula 1. Assim foi o 2015 da GP2 e da Fórmula Renault 3.5, que viu Stoffel Vandoorne e Oliver Rowland se consagrarem campeões com alguma facilidade. Prova disso é que em nenhum dos seus respectivos campeonato um dos dois pilotos deixou a liderança na tabela de pontos.

Na GP2, Vandoorne obteve sete vitórias em 21 corridas. Se considerado o número de pódios, o desempenho do belga foi ainda mais acachapante, com 16 chegadas entre os três melhores. Não a toa o piloto da ART Grand Prix terminou o ano com 341,5 pontos, contra apenas 181,5 do vice-campeão Alexander Rossi. Sergey Sirotkin fechou a lista dos três primeiros, com 139 tentos.

Assim como Stoffel Vandoorne na GP2, Oliver Rowland não deu qualquer tipo de chances para os rivais na F-Renault 3.5. Em 17 corridas, o inglês da equipe Fortec obteve impressionantes oito vitórias e 13 pódios e sete pole positions, totalizando 307 pontos, ante 234 do segundo colocado Matthieu Vaxivière. Nick de Vries ganhou o título de novato do ano e terminou na terceira colocação.

Toda a emoção que faltou nas duas principais séries de acesso do mundo sobrou na GP3, que viu Esteban Ocon – que um ano antes batera Max Verstappen para ficar com o título da F3 Euro – levar a melhor sobre Luca Ghiotto apenas na última etapa do ano. Ocon foi mais regular e, mesmo conquistando apenas uma vitória no ano, conseguiu bater o italiano por oito pontos. Marvin Kirchhöfer fechou o top-3.

Se a GP3 teve emoção, a F3 Euro se igualou aos torneios da GP2 e da F-Renault 3.5. Melhor para o sueco Felix Rosenqvist, que faturou o título em sua quarta temporada no torneio, com um desempenho fortíssimo a partir da segunda metade do campeonato. Rosenqvist terminou o ano com 13 vitórias e 518 pontos, contra 412,5 de Antonio Giovinazzi, o vice-campeão. Jake Dennis fechou a lista dos três melhores da temporada.

Foto: divulgação



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.