Uruguai x Chile: Próximo de reencontro, dedada de Jara volta a ser polêmica

Crédito da foto: Reprodução

Uruguai e Chile irão se enfrentar na próxima terça-feira (17) e o assunto que tem repercutido mais que o próprio jogo é como será o reencontro após a famosa dedada que Jara deu em Cavani.

A imprensa uruguaia — e também a chilena — repercutiu neste domingo que, jogadores do Uruguai combinavam em grupos de Whatsapp que iriam simplesmente ignorar Jara e sequer cumprimentariam o jogador na partida. Ainda, segundo a informação, Cavani, que foi a vítima do jogador, teria colocado “panos quentes” e feito os colegas desistirem da idéia.

LEIA MAIS: 
Jara, sobre “dedada” em Cavani: “Não me arrependo”

Algumas horas depois, no entanto, o Uruguai colocou dois de seus jogadores principais em coletiva de imprensa e a notícia foi desmentida.

“Eu, como capitão, posso garantir a vocês que não foi discutido nada sobre isso ou qualquer jogador específico do Chile. A única coisa que nós falamos em grupos e com o professor é como vencer o Chile, que é o que realmente nossa preocupação”, disse Godin, zagueiro e capitão do Uruguai.

Fernando Muslera, o goleiro do Uruguai também falou sobre o ocorrido, mas preferiu apenas citar o que ocorreu em campo  “Perdemos nos detalhes naquele jogo e isto nos doeu muito. Agora, temos que tomar cuidado para estes detalhes não se repetirem e não perdermos jogadores para esta partida e para a próxima nas Eliminatórias”, disse o goleiro.

Crédito da foto: Reprodução