Sexta-Feira 13: 11 jogadores que já deram medo na torcida do Corinthians

Chegamos a 13 de Novembro de 2015, incrivelmente uma sexta-feira 13, para os supersticiosos não é uma data tão legal, mas para quem adora um filme de terror, é um dia perfeito e o Torcedores.com aproveita este clima de terror, para lembrar 11 jogadores que já passaram pelo Corinthians que deram medo na torcida alvinegra.

Leia Mais:

Guilherme Arana revela quais são as zoeiras no Corinthians e diz: ”Eu sacaneio todos”

É complicado achar 11 jogadores que deram medo para a torcida em tão pouco tempo, como o autor desta matéria não tem uma idade tão avançada, os 11 jogadores jogaram no Corinthians dentre 2009 e 2015, dentro destes jogadores, um treinador.

Veja agora os 10 jogadores e o treinador que só de lembrar, a torcida do Corinthians se arrepia:

Renan – Bem no Avaí em 2011, chegou ao Corinthians, mas falhou logo no começo e deu insegurança a torcida, que pedia pela volta de Júlio César.

Weldinho – Lateral muito fraco, Weldinho não sabia atacar e era uma avenida, hoje está no Oeste de Itapólis, após passagem apagada pelo Palmeiras. Disputou 7 jogos no Timão.

Thiago Heleno – Mal nos desarmes e errando todas os passes, Thiago Heleno não fez uma passagem boa pelo Corinthians, disputando 8 jogos e saindo para o Palmeiras.

Boquita – Não vingou ainda no futebol brasileiro e no Corinthians dava medo ao torcedor sempre que entrava. Hoje atua pela Portuguesa.

Ferrugem – péssimo volante, chegou em 2014 e disputou apenas seis partidas. Chegou para ser reserva de Ralf, mas não passou confiança a Mano Menezes.

Jocinei – Volante, Jocinei começou com a intensão de ser substituto de Elias, mas não vingou e não deu certo no futebol, hoje atua pelo Bragantino.

Moradei – Mesmo com o título brasileiro no mesmo ano de Renan, Moradei falhou em muitas partidas e jogou apenas 6 vezes no Brasileiro, sendo muito crucificado pela torcida paulista.

Edno – O atacante teve duas passagens para o Timão e não conseguiu o mesmo sucesso em Botafogo e na Portuguesa no alvinegro paulista.

Romero – Sem a técnica do irmão, o paraguaio chegou com um gol diante do Bahia, mas demonstrou uma fraqueza como atacante e não agradou os torcedores do Timão.

Otacilio Neto – Pense em um caneleiro que nunca consegue marca gol, este foi Otacilio Neto no Corinthians, muito lento e sem posicionamento, não durou no Timão.

Adilson Batista – Depois de um péssimo Paulistão, o treinador saiu para a chegada de Tite, hoje em dia, tem apenas fracassos em seus curriculos.

Foto: Reprodução/Internet



Nascido em Sorocaba, acompanha futebol desde os 8 anos e é apaixonado pelo europeu. Tem simpatia pelo Argentino e também gosta muito do Brasileiro. Basquete é outra opção boa.