Santos e Ecovias definem acordo para 2016 sobre abertura da Imigrantes

No duelo ente Santos e São Paulo, pela semifinal da Copa do Brasil, os torcedores moradores de São Paulo ficaram mais de três horas presos na rodovia Anchieta, único caminho aberto para a volta à capital, saindo da Baixada Santista, durante a madrugada. Tal situação gerou reclamações e, para 2016, deverá mudar.

Leia mais: Acordo entre Santos e Ecovias deixará Imigrantes aberta na final da Copa do Brasil

Informação preliminar apurada pelo Torcedores.com apontou que para a primeira partida da final da Copa do Brasil, entre Santos e Palmeiras, também na Vila, a Ecovias, concessionária responsável, abrirá a rodovia dos Imigrantes para carros – usualmente, ela fica restrita à transporte de cargas pesadas durante a madrugada.

Agora, a informação já atinge 2016: na próxima temporada, Santos e Ecovias conversarão sobre cada partida para definir em que momentos a Imigrantes será aberta para facilitar o retorno dos torcedores para casa.

Havia a expectativa de liberação em todos os jogos noturnos, mas o acordo não funcionou desta maneira. Funcionará sim com o Santos mandando um documento pedindo a liberação para a Ecovias a cada jogo em que julgar necessário esta ajuda aos torcedores.

Quando o clube pedir, a Ecovias informou ao Torcedores.com que deverá acatar e liberar, jogo a jogo, e não por todo um campeonato ou temporada.

“A cada jogo será analisada a possibilidade. Se o Santos achar que pode ter grande movimentação de veículos, fará o pedido. A cada pedido, a Ecovias dará a palavra final sobre se será possível fechar ou não”, informou a concessionária.

O torcedor santista que mora fora da cidade sede do clube pode usar isso como motivação para comparecer à Vila Belmiro. O acordo indica que apenas em jogos de grande público haverá essa facilidade. Desta maneira, mais jogos com público acima da média significarão mais ajuda ao torcedor que mora longe.

Foto: Ivan Storti/Santos FC



Jornalista esportivo.