Permanência de Maicon no Grêmio fica mais complicada; entenda

Crédito: Divulgação/Grêmio

A negociação para manter o volante Maicon no Grêmio na próxima temporada ficou mais complicada. Dono dos direitos econômicos do jogador, o São Paulo sinalizou que não aceitará jogadores gremistas para liberá-lo. O interesse paulista na contratação do meia Diego Souza dificulta ainda mais o negócio.

LEIA MAIS:
Geromel promete mais trabalho para evitar nova decepção gremista contra o Fluminense
10 coisas que os torcedores do Inter invejam no Grêmio, mas não admitem

O São Paulo pede R$ 9 milhões por Maicon. Segundo o Zero Hora, o clube quer usar essa quantia para viabilizar a contratação de Diego Souza junto ao Metallist-UCR. O veterano está emprestado ao Sport Recife até dezembro e tem contrato com os ucranianos até junho de 2017.

O time paulista encaminhou uma lista ao Grêmio pedindo um desses jogadores: o zagueiro Geromel, o volante Walace ou o atacante Luan, algo que foi prontamente rejeitado.

O executivo gremista Rui Costa tenta convencer o gerente de futebol são paulino Gustavo Vieira a reduzir o valor. O São Paulo não mostrou interesse em receber algum jovem das categorias de base e sinalizou que não aceitará o repasse do meia uruguaio Maxi Rodriguez.

Vale lembrar que o Flamengo tem interesse na contratação de Maicon, porém, o volante reiterou diversas vezes que o seu objetivo é permanecer em Porto Alegre.

O camisa 19 se recupera de lesão muscular e a expectativa é que até o final do mês seja liberado pelo departamento médico. Com a camisa tricolor, ele tem 40 jogos, um gol e duas assistências.

Crédito: Divulgação/Grêmio

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)