Padre relembra 7 a 1 após suspensão de clássico: “Não suportaríamos outro vexame”

Foto: Site oficial AFA

A forte chuva que atingiu Buenos Aires nesta quinta (12) suspendeu o clássico entre Argentina e Brasil no Monumental de Núñez. Os organizadores decidiram remarcar a partida para esta sexta a partir das 22h (horário de Brasília). Popular nas redes sociais, o padre mineiro Fábio de Melo brincou com a situação.

LEIA MAIS:
Argentinos provocam após suspensão de clássico: “Festa adiada”
#NãoVaiTerClássico: Jogo do Brasil é adiado e internautas não perdoam
Veja como a Globo se virou após adiamento de jogo da seleçãoArgentina x Brasil: chuva e adiamento viram piadas e memes na web
SporTV mexe em programação e ‘fisga’ jogo do Chile após adiamento do Superclássico

A suspensão do jogo mais esperado da terceira rodada das Eliminatórias sul-americanas repercutiu mundo afora. Com cerca de 1,3 milhão de seguidores no Twitter, o Padre Fábio de Melo adotou um discurso bem-humorado ao comentar a decisão. Torcedor do Cruzeiro, ele lembrou a derrota da seleção brasileira para a Alemanha em julho de 2014 no Mineirão, o famoso “7 a 1” que classificou os europeus para a final contra Argentina.


Escalado pela Conmebol, o árbitro paraguaio Antonio Arias decidiu adiar o jogo entre Argentina e Brasil devido ao mau tempo. Os jogadores ficaram nos vestiários e os comandados do técnico Dunga foram divididos em grupos. O primeiro realizou trabalho com bola com o preparador físico Fábio Masheredjian, enquanto outros sete atletas (Jefferson, Alisson, Cássio, Neymar, Daniel Alves, Elias e Renato Augusto) fizeram exercícios na academia do hotel onde a seleção brasileira está concentrada.