Mercedes não dão chances aos rivais e Hamilton lidera TL1 em Interlagos

Lewis Hamilton foi o piloto mais rápido do primeiro treino livre para a disputa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, que acontece no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O já campeão mundial de 2015 obteve no melhor de seus 27 giros o tempo de 1min13s543, garantindo com folga a liderança desta primeira atividade.

LEIA MAIS:
Conheça o templo brasileiro do automobilismo: Interlagos

O domínio da Mercedes – que viu seus pilotos tomarem a liderança logo no início da atividade – foi ratificado com a segunda colocação de Nico Rosberg, que terminou o exercício com um tempo meio segundo mais lento em relação ao seu companheiro de equipe. Sebastian Vettel colocou a Ferrari na terceira posição da atividade, seguido pela Red Bull de Daniel Ricciardo. O grupo dos cinco melhores ainda contou com Kimi Räikkönen.

Os brasileiros tiveram desempenho bastante tímido nesta primeira ação do final de semana em Interlagos. Felipe Nasr terminou seu primeiro treino livre como piloto titular no Brasil com a 14ª colocação, ao marcar o tempo de 1min15s381, com a Sauber. Felipe Massa não passou do 17º posto na folha de tempos, com 1min15s469.

A atividade não contou com nenhuma bandeira vermelha, mas teve uma escapada forte de Räikkönen no final da reta oposta, já na última meia hora de atividade. Além do finlandês da Ferrari, Massa, Hamilton e Pastor Maldonado saíram da pista na curva três, mesmo ponto onde Verstappen deu a única rodada da sessão, ainda nos minutos iniciais.

Os pilotos retornam à pista do Autódromo José Carlos Pace a partir das 14h para a realização do segundo treino livre. O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece no domingo (15), com largada prevista para 14h.

O treino

Em uma manhã ensolarada na zona sul de São Paulo, o primeiro treino livre para a realização do Grande Prêmio do Brasil teve início com os pilotos saindo dos boxes pela primeira vez para fazer o reconhecimento da pista e a checagem do carro. Com 1h19min para o final da atividade, Max Verstappen foi o primeiro a registrar uma volta rápida, com o tempo de 1min17s966.

O holandês da Toro Rosso ainda melhorou seu tempo na volta seguinte, mas acabou superado por Nico Rosberg na sequência, com o tempo de 1min15s940. Com 18 minutos de exercício, foi a vez de Lewis Hamilton tomar a liderança, com 1min15s102, relegando seu companheiro de equipe ao segundo posto, seguido por Sebastian Vettel, Max Verstappen e Daniel Ricciardo.

Felipe Nasr registrou sua primeira volta após 20 minutos de atividades e pulou para a 11ª posição, perdendo três postos logo depois, um deles para Felipe Massa, que colocou a Williams na 12º colocação em seu primeiro giro. Hamilton melhorou seu tempo um pouco depois, alcançando a marca de 1min14s451, completando a primeira meia hora do ensaio na liderança.

Os pilotos retornaram aos boxes depois dos 30 minutos iniciais a atividade, mas o silêncio em Interlagos foi quebrado quando restavam 50 minutos para o final do ensaio, com Kimi Räikkönen abrindo volta com sua Ferrari, marcando o terceiro melhor tempo do ensaio. Verstappen foi outro que melhorou seu desempenho a pulou para o quarto posto na folha de tempos.

Nico Rosberg mexeu com a parte da frente da tabela de classificação quando restavam 35 minutos para o final da sessão, assumindo a liderança com o tempo de 1min14s090. Outro que superou Hamilton foi Vettel, um décimo mais lento em relação ao piloto alemão da Mercedes. Mas logo depois o campeão do mundo – que saíra da pista um pouco antes – retomou a ponta ao registrar 1min13s543.

Restando 20 minutos para o final, Massa retornou à pista, e melhorou seu tempo. Ainda assim o piloto da Williams seguiu com um desempenho tímido na sessão, subindo do 18º para o 15º lugar. O brasileiro, porém, perdeu algumas posições minutos mais tarde, despencando para a 17ª posição, após ser superado por Nasr e Sergio Pérez.

Räikkönen escapou no final da reta oposta do circuito paulistano a dez minutos do término da atividade. Dois minutos depois, Jenson Button precisou frear bruscamente sua McLaren para não bater na Lotus de Jolyon Palmer. O exercício seguiu, mas não teve alterações nas primeiras posições, fazendo com que Hamilton terminasse na liderança.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.