“Mal posso esperar”, diz Nasr sobre o GP do Brasil

Prestes a ter sua primeira participação no Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, Felipe Nasr disse nesta quinta-feira (12) estar ansioso para correr pela primeira vez em seu país na principal categoria do automobilismo mundial. O piloto, que não corre no Autódromo de Interlagos, desde 2008, admite que este será um final de semana especial para sua carreira.

LEIA MAIS:
Massa cita menor espaço na TV, mas nega queda de interesse do público pela F1

“Será um novo final de semana para mim, desta vez com a Sauber. Tive um pouco deste gosto no ano passado com a Williams no primeiro treino livre e tudo que eu posso dizer é que eu não posso esperar para ver toda essa energia. A atmosfera com todos os fãs será incrível aqui”, disse Nasr, em coletiva realizada na manhã desta quinta-feira.

O piloto da Sauber também lembrou que Interlagos é um importante autódromo em termos históricos, com vários pilotos marcando seus nomes no esporte a motor brasileiro e mundial. “Para mim será a primeira vez aqui em um circuito que tem muita história, muitos grandes momentos no passado com todos os pilotos brasileiros, e eu começando a minha”, seguiu o piloto da equipe suíça.

Questionado sobre o fato de levar vantagem sobre seu companheiro de equipe, Marcus Ericsson, Nasr disse que está orgulhoso de sua temporada. O piloto ressaltou o bom resultado no GP da Austrália, quando terminou na quinta colocação, e destacou o quão feliz ele ficou com o resultado obtido em sua primeira corrida na Fórmula 1.

“Sim, estou muito orgulhoso. Tem sido uma temporada difícil para nós. Começamos muito bem, acho que as outras equipes estavam ainda com dificuldades com o carro e fomos capazes de marcar pontos, especialmente na Austrália, na minha primeira corrida. Aquele quinto lugar foi incrível. Eu não poderia querer mais em minha primeira corrida na Fórmula 1”, disse.

“Para mim, este começo de temporada foi de muito aprendizado. Consegui muita experiência. Aprendi um pouco com os novos circuitos, e, claro, tivemos dificuldades com o desenvolvimento do carro, mas nós sabíamos que faríamos de cara alguns pontos na temporada”, continuou um dos calouros da atual temporada da Fórmula 1.

Apesar de uma temporada considerada boa por ele próprio e por alguns concorrentes, Nasr destaca que a Sauber precisará marcar de mais alguns pontos se quiser terminar a temporada na oitava colocação entre os construtores. O piloto lembra que a McLaren aparece próxima na classificação e representa uma ameaça a atual posição da equipe suíça.

“Nós vemos, por exemplo, que as McLarens estão muito perto de nós. Somente nove pontos atrás, então nós tentaremos fazer nosso melhor com o que temos. Espero, talvez, fazer mais alguns pontos até o final da temporada e especialmente aqui no Brasil, o que seria o melhor caminho para encerrar bem o campeonato”.

Os treinos para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 terão início nesta sexta-feira (13), enquanto a corrida acontece no domingo, a partir das 14h.

Foto: Beto Issa/F1 GP Brasil



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.