Faltando quatro rodadas, veja quem tem a melhor e a pior tabela na briga pela Libertadores

No meio desta semana a 35ª rodada do Campeonato Brasileiro pode definir, enfim, o campeão. Mas, um pouco abaixo na tabela, a rodada deve ser ainda mais emocionante. É a briga pelo G4.

São sete times com boas chances de, ao menos, chegar até a última rodada na briga pela quarta posição e, consequentemente, uma vaga na Libertadores de 2016. Mas, destas sete, quem enfrenta a tabela mais complicada? E a mais “tranquila”?

Abaixo, veja a ordem – e, claro, se concorda com ela:

Santos – 54 pontos
Na teoria, o atual 4° colocado tem a tabela mais tranquila. É que pega dois times que estão na zona de rebaixamento – portanto, mais fracos. O problema é que ambos os jogos são fora de casa, e o Santos só venceu assim uma vez em todo o torneio. Na Vila, pega o Flamengo, que sonha, mas não deve brigar, e o Atlético-PR, já sem nada a fazer até o fim do ano.

Palmeiras – 48 pontos
O Palmeiras despencou na tabela (10°), perdendo quatro dos últimos cinco jogos. Assim, fica difícil falar em tabela fácil. Mas, em teoria, é um pouco menos difícil que a dos rivais abaixo. Pega dois times “quase de férias” (Atlético-PR e Flamengo) e o Coritiba, que briga contra a queda. Mas, para ser pior que a do Santos, a tabela do Palmeiras reserva jogo com o Cruzeiro, que também briga por vaga na competição continental.

Ponte Preta – 50 pontos
A Ponte, grande surpresa na briga pelo G4, pega o Figueirense, que briga contra o rebaixamento. Também encara Flamengo e Atlético-PR, dois sem muito a fazer. Mas encara o Sport, que está na briga por Libertadores.

Sport – 52 pontos
Os pernambucanos, na verdade, têm apenas três jogos por fazer, já que perderam para o Cruzeiro em jogo antecipado da rodada. De qualquer forma, o time mineiro entra na conta como um rial direto por G4, assim como a Ponte, que o Sport ainda encara. Por fim, há dois sem muito objetivo: o Atlético-PR e o Corinthians, que deve chegar ao jogo final com o Sport já campeão há um bom tempo e de férias.

Internacional – 53 pontos
O Inter pega dois times sem nada a fazer no campeonato – Fluminense e Chapecoense -, mas tem um problema: precisa encarar o Grêmio, que mesmo que chegue ao jogo com Libertadores garantida não quererá perder o clássico, e o Cruzeiro, que se colocou na briga.

Cruzeiro – 51 pontos
Após vencer o Sport, no jogo adiantado da rodada, o cruzeiro não pode negar: está na briga. Mas ela segue complicada: apesar de encarar o Joinville, na zona de rebaixamento, tem confronto direto com dois na luta pelo G4: Palmeiras e Internacional.

São Paulo – 53 pontos
Apesar de ser o quinto e mais próximo do Santos, o São Paulo pode se complicar muito na briga, ao menos ao se analisar a tabela: apesar de jogar com dois candidatos ao rebaixamento (Goiás e Figueirense), encara o Atlético-MG na última tentativa do Galo de ser campeão, e logo em seguida joga com o Corinthians. O detalhe deste jogo é que ele é logo em seguida do duelo com o Galo – ou seja, pode ser com o Corinthians campeão. Isso facilitaria o caminho tricolor? Não! Porque seria o primeiro jogo do Corinthians em casa com o título garantido. E dificilmente o time se pouparia em dia de festa em casa…

Foto: Ivan Storti/ Santos FC



Jornalista esportivo.