GP do Brasil: Alonso lamenta quebra de motor durante treino livre

Fernando Alonso lamentou a quebra de mais um motor Honda em sua McLaren, esta ocorrida na tarde desta sexta-feira (13), durante o segundo treino livre para a disputa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, que acontece no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). Com este, o espanhol alcança a marca de 12 motores utilizados na temporada, quando o limite estipulado por regulamento para a fabricante japonesa é de apenas cinco propulsores.

LEIA MAIS:
Especial: Saiba tudo sobre o GP do Brasil de Fórmula 1

“Ainda precisamos investigar direito o que aconteceu, mas é mais um motor que se vai. Amanhã teremos de testar alguns jogos de pneus que acabamos deixando de usar hoje e, assim, tentaremos chegar da melhor forma possível para a corrida”, disse Alonso, que abandonou o GP do México, disputado duas semanas atrás, justamente com problemas no propulsor.

“Não foi o motor usado no México que teve problemas aqui. Agora, não sabemos como ele vai se comportar, lá a gente não conseguiu dar mais de uma volta. Ainda precisamos ver tudo direito pensando aqui e na etapa final em Abu Dhabi”, seguiu o espanhol, que ficou com o 18º melhor tempo do dia, com 1min15s129 em sua melhor volta.

Apesar de todos os problemas enfrentados ao longo da atual temporada, Alonso ainda consegue brincar com tudo o que vem acontecendo com a McLaren e os motores Honda. O espanhol disse esperar que as falhas ocorridas ou que venham a aparecer neste ano não se repitam em 2016.

“Vem sendo uma temporada complicada, mas tomara que a gente tenha problemas na classificação de amanhã, na corrida e no final de semana inteiro de Abu Dhabi, mas que nada de ruim aconteça em 2016”, completou o bicampeão mundial.

As atividades para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 seguem neste sábado (14), com a realização de mais um treino livre e da tomada de tempos para definição do grid de largada para a corrida, marcada para 14h de domingo.

Foto: Beto Issa/F1 GP Brasil



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.