Ex-médica gata do Chelsea se casa, mas nenhum jogador vai à cerimônia

A má fase do Chelsea dentro de campo se deve a problemas que extrapolam as quatro linhas. Um deles, sem dúvida alguma, foi a demissão da médica Eva Carneiro a pedido do treinador José Mourinho. Na ocasião, o treinador não teria gostado de a equipe médica ter entrado em campo para atender o jogador Hazard sem a autorização do comandante.

LEIA MAIS:
Relembre 10 jogadas surpreendentes que terminaram em gol
Cruzeiro arrecada alimentos para ajudar desabrigados na tragédia de Mariana
Ginasta envolvido em caso de racismo afirma: “Já superamos”
Foi de propósito? Vídeo mostra Diego Costa pisando em segurança durante
Repórter chora ao saber cobrirá a final do Super Bowl 50

No entanto, a vida pessoal de Eva parece não ter sido afetada pelos seus problemas no clube londrino. Segundo a imprensa inglesa, Eva se casou nesta quarta-feira (11) com seu noivo o empresário Jason de Carteret, em cerimônia que não contou com ninguém do Chelsea, mesmo tendo dedicado seis anos de sua vida ao time de Stamford Bridge(de 2009 a 2015).

Pouco depois de a confusão envolvendo Eva e Mourinho se tornar pública, seu ex-namorado, Rupert Patterson-Ward, revelou ao jornal inglês The Sun que sua ex teria feito sexo com jogadores do Chelsea.

Rupert teve um relacionamento com Eva entre 2012 a 2013 e contou ao jornal que, durante o período em que estiveram juntos, era frequente sua até então namorada ser chamada a noite para atender algum atleta e voltar apenas no dia seguinte:

“Ás vezes, quando estávamos sentados no sofá assistindo televisão à noite, os jogadores a chamavam para cuidar de uma perna dolorida ou dores musculares. Ela saía as 9 ou 10 da noite e voltava na manhã do dia seguinte”, revelou Patterson.

Segundo o ex-namorado, Eva chegou a revelar para ele que já teve casos com jogadores do Chelsea:

“Eva estava obcecada com o sexo, fazíamos amor todos os dias. Um dia machuquei o ombro e ela me deitou sobre a cama e, piscando o olho, disse que iria me curar. Tivemos um sexo selvagem. E ela me disse que teve um caso com jogadores do Chelsea”, disse Rupert.

Eva foi afastada por José Mourinho após tomar uma atitude que o treinador considerou desnecessária. A médica fez um atendimento dentro de campo ao meia Harzard, o que irritou o treinador:

“Não fiquei satisfeito com a minha equipe médica, pois quando se é médico ou delegado no banco de reservas, precisa entender o jogo. Quando entra no campo para assistir a um jogo, precisa ter a certeza de que o jogador tem um problema sério. Tenho a certeza que o Eden não tem um problema sério. Levou uma pancada, estava com câimbra e estava muito cansado”,  disse o português, em entrevista à “Sky Sports”.

Crédito da foto: Getty Images