Da Europa, Leandro Pereira vê Palmeiras em baixa e lamenta: “Podia estar ajudando”

Palmeiras
Crédito de imagem: César Greco/Ag. Palmeiras

Em agosto, Leandro Pereira era o vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro, com sete gols pelo Palmeiras, e estava a dois de distância de Ricardo Oliveira, do Santos, quando foi vendido para o Club Brugge, da Bélgica. O atacante ficou chateado com a transferência pelo fato de viver o melhor momento da carreira, porém ainda torce pelo Verdão diretamente do Velho Mundo. Ao ver o time em turbulência nessa reta final de temporada, todavia, ele pensa: “Podia estar ajudando né…”

LEIA TAMBÉM:
10 palmeirenses que já sentem saudades do Leandro “Banana”

Foi o que Leandro disse em entrevista ao ESPN.com.br. O jogador confirmou que, nos momentos de folga pelo Brugge, não deixa de acompanhar o Palmeiras ao lado da esposa. No último teste do time treinado por Marcelo Oliveira, a derrota para o Vasco em pleno Allianz Parque pelo Brasileiro, o ex-camisa 17 do Verdão ficou chateado com a má atuação alviverde.

“Assisti a uns pedaços do jogo contra o Vasco, não conseguiu ganhar dentro de casa. É chato, com o time que tem você acha que as coisas vão acontecer”, disse Leandro, que, mesmo com a fase turbulenta, considera o Palmeiras ainda o “melhor elenco do futebol brasileiro”. 

Com Lucas Barrios e Alecsandro não agradando a torcida palmeirense, Leandro confessa que poderia estar dando conta do recado no lugar dos ex-concorrentes. “Às vezes eu fico olhando os jogos, e me dá um gostinho de: ‘Poxa, poderia estar lá ajudando né’. Mas futebol é momento. Eu tive meu momento no Palmeiras, foi muito bom, mas meu momento hoje é o Brugge, é a Bélgica, não dá para fugir disso”.

leandro-pereira-ex-palmeiras-durante-treino-do-club-brugge-da-belgica-1442069515744_615x300

Apesar da animação com a nova casa e a fama de goleador no Palmeiras, Leandro Pereira ainda não conseguiu desencantar com a camisa azul e negra do Brugge, segundo maior vencedor do Campeonato Belga. “Falta o gol ainda. Porém, quando sair o primeiro, virão os outros”, brincou o jogador de 26 anos.

Na entrevista, Leandro admitiu que sonha em ter uma boa passagem pelo futebol europeu de maneira a ganhar uma chance na seleção de Dunga. O Brugge é o primeiro passo para quem quer outros mercados mais atrativos no continente.

“(Penso em) Ir para a Inglaterra, Itália, Espanha, grandes clubes daqui. Acho que a liga espanhola seria a primeira. Tem um estilo de jogo muito parecido com o brasileiro e com o meu. Na Itália acho que iria bem, também”, analisou Leandro, que, apesar da mágoa, vê o Palmeiras como primeira opção em caso de retorno ao Brasil.

Para ele, mesmo com a oscilação no final do ano, o Palmeiras acabará com a desconfiança vencendo a Copa do Brasil diante do Santos. Torcida de Leandro não vai faltar. “(O Palmeiras) Não está conseguindo resultados, mas tem que seguir trabalhando e sem baixar a cabeça. Tem aí uma oportunidade grande na Copa do Brasil de conseguir título, e se Deus quiser vai conseguir”.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.