Argentina e Brasil fazem jogo feio e empatam em Buenos Aires

Ezequiel Lavezzi (Hebei China Fortune) - 13,,5 milhões de libras

Argentina e Brasil ficaram no empate por 1 a 1 na noite desta sexta-feira (13) em Buenos Aires. Lavezzi fez o gol portenho e Lucas Lima igualou a partida. Com o resultado, o Brasil vai a quatro pontos nas Eliminatórias, e os argentinos somam dois. Na próxima rodada, os azuis viajam à Barranquilla, onde encaram a Colombia. O Brasil recebe o Peru, em Salvador

O jogo teve um minuto de silêncio em respeito Às vítimas dos covardes atentados terroristas em Paris e o Brasil rolou a bola no apito inicial do árbitro paraguaio Antonio Arias. Nos instantes iniciais a Argentina deu o primeiro susto com quase dois minutos, Biglia ergueu na área e Higuain cabeceou para uma linda defesa de Alisson. Aos três, Lavezzi arranca pela esquerda e cruza rasteiro, Di Maria tenta pegar a bola, mas consegue escanteio. Na cobrança, a defesa brasileira afastou. A argentina seguia perigosa. Di Maria, aos cinco, ganhou de Filipe Luis, e chutou rasteiro e cruzado ao gol de Alisson.

Aos sete, Lucas Lima aciona William pela direita, porém, a defesa argentina corta. No escanteio, a bola sobra na frente para Di Maria, que tenta o arranque. No entanto, a bola ficou com Alisson.Com nove minutos, Biglia ganha e aciona Banega, só que a jogada não teve continuidade, pois o Brasil tomou a bola. A Argentina nos minutos iniciais era mais presente e efetiva no ataque que o Brasil, com pelo menos três chances claras de gol e com um futebol mais fluido em campo. Aos 15, Neymar recebe pela esquerda e tenta passar de Roncaglia, mas deixa a bola a escapar e ela sai pela lateral. No lance seguinte, Banega aciona Lavezzi, que deixa para Rojo e ele ergue na área, com a defesa afastando para escanteio. Na cobrança, David Luiz desvia pela linha de fundo em novo escanteio e depois, finalmente a bola sai pela linha de fundo em tiro de meta. Aos 18, Daniel Alves chega junto e duro em Lavezzi, falta anotada, Um minuto depois, Biglia aciona Di Maria no ataque, entretanto, o canisa 9 foi flagrado em impedimento. Aos 20, Daniel Alves e William tabelam, contudo, Rojo corta a jogada. No minuto 22, Banega tabela com Mascherano e ele recebe de volta para arriscar um perigoso chute por cima do travessão de Alisson.

Com 25 minutos, Di Maria recebe passe de Mascherano e sofre falta. Na cobrança de Higuain, Alisson fez linda defesa. O goleiro brasileiro solicitou atendimento médico, mas seguiu na partida. Luiz Gustavo, aos 27 acionou Filipe Luis e este conseguiu um escanteio. Na cobrança, a bola sobrou para a William, que deu o primeiro chute brasileiro a gol. Contudo, o lance foi invalidado por falta na área. Aos 30, Neymar aciona Filipe Luis e ele chuta para defesa de Romero. No lance seguinte, Di Maria sofre falta de Filipe Luis, que foi amarelado pelo lance faltoso. Aos 33, Di Maria passa para Higuain, que acha Lavezzi na área e toca na saída de Alisson. Argentina 1 a 0.

O Brasil tentou responder aos 35, quando William foi acionado e chutou em cima de Romero. No lance seguinte, Ricardo Oliveira recebe na área e aproveita o vacilo da zaga argentina. Contudo, Romero volta a trabalhar bem e defende a Argentina. Aos 36, uma pequena confusão em campo. Luiz Gustavo e Otamendi trocam empurrões e agarrões e a falta foi anotada. Obviamente tivemos encaradas, mas não passou disso. No lance seguinte, Rojo ergue na cabeça de Funes Mori, contudo, a bola sai pela linha de fundo.

Enquanto a Argentina seguia mostrando lucidez, toque de bola e vontade em campo, o Brasil dependia de Neymar, e o astro do Barcelona estava apagado em campo. Aos 39, funes Mori derrubou Lucas Lima na lateral direita. Falta anotada e na cobrança, David Luiz cabeceira por cima do gol de Romero. Aos 42, Lucas Lima ganha na raça pela esquerda e cruza na direção de Ricardo Oliveira. Funes Mori manda para escanteio. Na cobrança de William, a defesa da Argentina ganhou e acionou Di Maria. Elias tirou a bola limpamente e saiu jogando. No lance seguinte, aos 43, Neymar aciona Ricardo Oliveira, só que Otamendi toma a frente e Biglia recua de cabeça para Romero.

Higuain foi acionado por Lavezzi aos 45, porém, Alisson ficou com a bola. E asism terminou o primeiro tempo, com vitória da Argentina por 1 a 0. Lavezzi e Di Maria foram os nomes de maior perigo dos azuis, enquanto que Lucas Lima foi quem esteve melhor pelo Brasil na primeira etapa.

As equipes regressaram ao campo sem mudanças. A argentina deu o toque inicial e com menos de um minuto, Mascherano reclama de falta feita por Lucas Lima. Com um minuto, Otamendi aciona Banega, que chuta na trave, a bola volta para David Luiz, que cede escanteio. Na cobrança, Alisson sofre falta. Aos três, William cometeu falta em Biglia e ela foi anotada pelo árbitro aos quatro, boa tabela entre William e Lucas Lima. Mascherano cede escanteio. Na cobrança, a bola é desviada para linha de fundo e na segunda cobrança, Di Maria afasta o perigo.Aos sete, Ricardo Oliveira é acionado, e Romero faz a defesa. No oitavo minuto, Filipe Luis ganhou do ataque argentino e acionou Neymar, que limpou e chutou pela primeira vez a gol, para fora, cedendo tiro de meta. A resposta veio quase que imediata, Lavezzi recebe na área, só que Alisson fica com a bola. Aos dez, Neymar ganha da zaga e passa para Daniel Alves, que tenta jogar em Ricardo Oliveira, só que a bola sai forte e pela linha de fundo.

Douglas Costa foi a primeira mudança do Brasil, com a saída de Ricardo Oliveira. O jogador do Bayern Munique estava num perde e ganha com a zaga da Argentina, até que a bola foi jogada na trave de Romero, Lucas Lima, de voleio, decreta o empate aos 13 minutos em Buenos Aires. 1 a 1.

O jogo recomeçou e Lucas Lima ganhou cartão amarelo por falta em Lavezzi, aos 14. Na cobrança de Otamendi, a zaga afasta para escanteio. Na cobrança de Banega, Elias afasta o perigo e a bola chega em Neymar. Entretanto, Di Maria toma a frente e chuta para a lateral. Aos 16, Otamendi faz falta em Neymar e ganha o seu cartão amarelo. A segunda mudança brasileira acontecia. Lucas Lima deixava o jogo para a entrada de Renato Augusto. Aos 19, Di Maria joga na área para Lavezzi, só que Alisson intercepta. Aos 20, Lavezzi aciona Di Maria, que dá dois dribles desconcertantes e na hora de finalizar, Renato Augusto manda pela lateral. Aos 22, Higuain é acionado no ataque. Porém, Alisson faz outra defesa.

A Argentina mudava pela primeira vez, saiu Lavezzi e entrou Gaitán. Com sua entrada, a Argentina pressiona mais no ataque e ia conseguindo mais escanteios, mas sem efetividade. Aos 27, William foi derrubado por Funes Mori. O juiz nada marcou e a bola sobrou para Neymar, que tentou um salseiro na área e passou para elias, que chutou por cima do gol. Aos 29, O Brasil conseguiu escanteio e por falta fora da bola, Roncaglia ganhou cartão amarelo.

Aos 32. Rojo lançou na área e Higuain perdeu uma chance na frente de Alisson. No lance seguinte, Elias e William tabelam. Neymar pé acionado e chuta a gol, conseguindo um escanteio. Na cobrança, a zaga rebate. Com 34, William vira para Daniel Alves, que acha Filipe Luis na área, ele chuta para a defesa de Romero.

Banega e Higuain saíram para as entradas de Lamela e Dybala aos 35. No minuto seguinte, Mascherano fez uma falta dura em Renato Augusto, e obviamente ganhou seu cartão amarelo. No lance seguinte, Douglas Costa foi acionado, mas flagrado em impedimento. O Brasil levou um susto aos 40, Lamela aciona Rojo na área e o lateral cabeceia para fora. Em seguida, David Luiz empurra Dybala, que desaba na lateral e cava um cartão amarelo para o defensor brasileiro. Na cobrança, a zaga canarinho afasta o perigo. No minuto 41, A Argentina tenta um ataque com Dybala, mas David Luiz toma a bola, no entanto, o defensor faz falta em Biglia e foi expulso de forma direta, Gil entra em campo no lugar de William para recompor a defesa. Biglia obrou escanteio aos 45 e Daniel Alves levou um pisão de Funes Mori, o juiz ouviu reclamações de todos os lados, sem tomar ação alguma. O jogo terminou com o placar empatado. O Brasil vai a quatro pontos e a Argentina soma dois, em situação delicada nas eliminatórias.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 1 X 1 BRASIL

Local: Estádio Monumental de Nuñéz, em Buenos Aires (ARG)
Data: 13-11-2015, sexta-feira, 22h
Árbitro: Antonio Arias (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Milciades Saldívar (ambos do PAR)
Cartões amarelos: David Luiz, Filipe Luís e Lucas Lima (BRA) ; Mascherano, Otamendi e Roncaglia (ARG)
Cartões vermelhos: David Luiz (BRA)
Gols: Lavezzi 33’1ºT (1-0) / Lucas Lima 17’2ºT (1-1)

ARGENTINA: Romero; Roncaglia, Otamendi, Funes Mori e Rojo; Biglia, Mascherano e Banega (Lamela 35’2ºT); Di María, Higuaín (Dybala 35’2ºT), Lavezzi (Nico Gaitán 23’2ºT). Técnico: Gerardo Martino

BRASIL: Alisson, Dani Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Elias, Lucas Lima (Renato Augusto 18’2ºT) e Willian (Gil 44’2ºT); Neymar e R. Oliveira (Douglas Costa 13’2ºT). Técnico: Dunga

Foto: Associación de Futbol Argentino