Após ofender torcedores, Willian Arão pede desculpas

A derrota do Botafogo por 3 a 0 para o Santa Cruz, dentro do estádio Nilton Santos, no sábado (14), deixou evidente as feridas do time da Estrela Solitária no Campeonato Brasileiro Série B. O jogo que deveria não só ser o da comemoração do acesso à elite nacional, como também do título da competição, se tornou uma tragédia.

LEIA MAIS:
Gols, passes e dribles: Veja algumas jogadas de Vecchio, que negocia com o Botafogo
Veja os bastidores do acesso do Botafogo à Série A
Botafogo perde e sai vaiado do Niltão
Loco Abreu admite conversas com presidente do Botafogo

Com um público de mais de 30 mil pessoas presentes aos estádio, o Glorioso foi dominado pelo Santa Cruz em boa parte do duelo. Jogando para subir, o time pernambucano se mostrou mais concentrado e melhor organizado e por isso venceu. Conforme o placar negativo foi se confirmando, muitos torcedores alvinegros começaram a vaiar a equipe, o que se tornou irrefutável após o apito final da partida.

Incomodado com as vaias recebidas, o volante Willian Arão, logo na saída do campo, rebateu:

“Estamos sofrendo vaia o ano todo, é normal. Quando não ganha, é vaiado, quando é 0 a 0, é vaiado… Temos que escutar o torcedor que vem aqui sempre, os 7 mil que vêm todo jogo. Quanda ganha, é mole vir, né? Eles pagam para vir e tem direito de vaiar. Não queremos perder, mas sofremos os gols e acabamos perdendo, jogamos mal”, disse o jogador ao PFC.

Na tarde deste domingo (15), no entanto, o jogador reconheceu que errou em sua fala e, pelo Instagram, pediu desculpas à torcida botafoguense:

 

Imagem: Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Foto: Vitor Silva/SSPress