Após grave lesão, Valdívia deverá perder as Olimpíadas de 2016

Lops/Inter.

Para o Inter, custou caro a participação de Valdívia no amistoso da Seleção Olímpica do Brasil contra o Estados Unidos, neste domingo, no Mangueirão, no Pará. Logo aos 10 minutos do primeiro tempo, o jogador foi empurrado no meio de campo e sofreu falta. O que parecia ser um lance normal de jogo causou apreensão pela demora do meia em se levantar e seguir na partida. Pouco depois, os médicos indicaram que a substituição precisaria ser feita.

MAIS INTER

10 coisas que os outros times brasileiros invejam na dupla Gre-Nal, mas não assumem

Mercado da Bola: PVC diz que Inter superou Palmeiras e Corinthians por volante da Ponte Preta

Carregado até o banco de reservas, a expressão facial e o quadro da dor indicavam que a lesão poderia ser mais séria. Já em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul (RS), Valdívia realizou exames por imagem nesta segunda-feira (16) e o pior se confirmou: no fortuito lance, ele teve rompido o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e passará por cirurgia já no final da tarde desta segunda. Dessa forma, desfalcará o Inter por no mínimo seis meses.

A preocupação com a lesão do jovem de 21 anos não é exclusividade do Inter e da torcida colorada, que lamenta a perda do jogador na reta final do Campeonato Brasileiro. Já informada da gravidade da lesão, a família do jogador está ciente do caso e o pai de Valdívia, Francisco, já deixou o Mato Grosso rumo a Porto Alegre para acompanhar de perto o tratamento do filho.

Olimpíadas

A fatalidade ocorrida com Valdívia durante sua participação em amistoso da Seleção Olímpica poderá tirá-lo justamente do objetivo maior desse time, os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. Para estar junto ao selecionado nos jogos do ano que vem, que têm início oficial marcado para o dia 5 de agosto de 2016, Valdívia precisará correr contra o tempo.

Com prazo de recuperação estimado em um mínimo de seis meses, o meia, em tese, estaria de volta aos treinos com bola em junho de 2016, faltando dois meses para a competição. No entanto, ele certamente estará fora das outras convocações para amistosos preparatórios e involuntariamente perderá espaço no time comandado pelo técnico Rogério Micale, que tentará o ouro inédito para o futebol brasileiro.

Crédito da foto: Divulgação/Inter.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.