Segundo no grid em Cingapura, Ricciardo se surpreende com Mercedes fora da primeira fila

Daniel Ricciardo colocou a Red Bull na primeira fila de um Grande Prêmio pela primeira vez na atual temporada da Fórmula 1. Na manhã deste sábado (19), o australiano registrou o segundo melhor tempo do qualifying, com 1min44s428, sendo superado apenas pela Ferrari de Sebastian Vettel, e se espantou com a falta de ritmo da Mercedes.

LEIA MAIS:
Vettel destaca volta “inacreditável” para conquista da pole em Cingapura

“Primeiramente é muito bom estar de volta aqui. Estamos na primeira fila. Já fazia tempo que não conseguíamos isso. É bom. Devemos ter uma boa corrida amanhã. Eu acho que a classificação já foi bem emocionante”, comentou o piloto, único a bater a Mercedes em corridas na última temporada.

Sobre a equipe de Lewis Hamilton e Nico Rosberg, Ricciardo mostrou-se surpreso com o desempenho abaixo do esperado do time alemão. O australiano disse na sexta-feira que os líderes do campeonato de construtores poderiam ter escondido o jogo nos dois primeiros treinos livres.

“Não ter nenhuma Mercedes aqui é uma surpresa para todos. Achávamos que eles estavam escondendo o jogo ontem, mas eles não estão particularmente confortáveis aqui neste final de semana. Foi bom ter conseguido tirar proveito disso para estar de novo aqui”, seguiu o australiano.

“Estou feliz pela equipe. Acho que, definitivamente, fizemos um bom progresso. Desde Silverstone, mas, principalmente, desde a Hungria o carro vem melhor. É bom conseguirmos mostrar isso aqui. Vamos tentar fazer uma boa corrida amanhã”, completou Ricciardo.

O Grande Prêmio de Cingapura de Fórmula 1 acontece neste domingo, a partir das 9h.

Foto: Red Bull Content Pool



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.