Roger Flores critica a torcida do Flamengo em Brasília: “Participou pouco”

A festa estava preparada no Mané Garrincha, em Brasília. Mas esqueceram de avisar o Coritiba. Com um primeiro tempo arrasador, o time comandado por Ney Franco abriu 2×0 e sustentou o placar até o final, frustrando 67.011 torcedores que quebraram o recorde de público pagante no Campeonato Brasileiro de 2015. Com a derrota, o Flamengo vê interrompida sua série de vitórias. Até esta quinta-feira, foram seis resultados positivos.

MAIS ESPORTES:

Que fase! Demitido do Flu, Enderson Moreira amarga terceira demissão em 6 meses

Copa Davis: Derrota traumática para a Austrália em 2001 impede retrospecto perfeito do Brasil em Florianópolis

Eduardo Cunha dá uma pausa nos assuntos do Governo e vai ao estádio torcer para o Flamengo

Mas, para o ex-jogador e atual comentarista dos canais SporTV, Roger Flores, a torcida deixou a desejar. Segundo ele, mesmo em grande número, os fãs flamenguistas que foram ao estádio em Brasília não apoiaram nos momentos decisivos. No final do jogo, um jovem torcedor invadiu o gramado.

“Nesse momento, dá para ver que o Flamengo não consegue se encontrar no ataque. E a torcida fez uma linda festa antes do jogo, mas participou pouco. Nesse momento, está calada”, disse Roger já próximo ao final do jogo.

Com a surpreendente vitória, o Coritiba chega a 30 pontos e deixa a zona de rebaixamento da competição. O Flamengo, com 41, caiu para o quinto lugar e perdeu a vaga no G4 para o São Paulo, que empatou com a Chapecoense e foi a 42. Na próxima rodada, os cariocas vão ao Independência enfrentar o vice-líder Atlético-MG. O Coritiba recebe no Couto Pereira o Atlético-PR, em clássico local.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.