Rodrigo Caio minimiza vaias da torcida do São Paulo após empate sem gols

Divulgacao

O zagueiro Rodrigo Caio não saiu totalmente satisfeito do gramado do Morumbi após o São Paulo não sair do 0 a 0 contra a Chapecoense, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira (17). Depois do jogo, a torcida vaiou o time pelo fraco desempenho dentro de casa contra um time que briga pela parte debaixo da classificação. Coube ao beque explicar os protestos das arquibancadas.

LEIA MAIS
Em evento, São Paulo e Copa Airlines lançam aviões; confira as fotos
Foi a gota d’água? Luis Fabiano retorna e recebe avalanche de criticas nas redes sociais
São Paulo x Chapecoense: acompanhe o placar AO VIVO
Veja a escalação do São Paulo para pegar a Chapecoense

“Acredito que não (foram justas as vaias). A gente tenta dar o nosso melhor. Sabemos que o torcedor vive de vitórias, quer sempre que o time ganhe e jogo bem. Mas lutamos e tentamos desde o começo”, disse Rodrigo Caio, que exaltou o desempenho dos companheiros. “O time todo está de parabéns. Não foi uma vitória, mas o mais importante foi a dedicação de todos os jogadores”, ressaltou

Para ele, o meia PH Ganso (poupado por Osorio) fez falta na armação. “O Paulo Henrique faz muita falta em qualquer time, não só para a gente. Ele abre a marcação, sabe o que faz. Mas os jogadores se dedicaram e infelizmente ficamos presos na marcação da Chapecoense”, salientou.

Sem o time encaixar uma sequência de vitórias e boas apresentações, Rodrigo Caio propôs uma solução: trabalho. “Isso vem acontecendo a todo momento, a gente não consegue encaixar duas vitórias. A gente só vai acabar com isso trabalhando bastante”, encerrou.

Crédito da foto:



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.