Opinião: O Corinthians “fritou” o Peixe em Itaquera

O Corinthians deu importante passo rumo ao hexacampeonato brasileiro ao derrotar o Santos por 2 a 0 na manhã deste domingo, na Arena. Com autoridade, a equipe conseguiu superar o rival e o forte calor de 33º C (sensação térmica de 40º) na capital paulista, e se manteve cinco pontos a frente do vice-líder Atlético-MG.

LEIA MAIS:
Assistente dá pênalti para o Corinthians e revolta os santistas
Corinthians retruca reclamação de jornalista, no Twitter: “Xola mais, xola”

Os gols do triunfo saíram apenas nos minutos finais do jogo, porém, deveriam ter vindo bem antes tamanha a superioridade corintiana.

Com postura agressiva, o Timão fez um primeiro tempo muito bom, marcando a saída de bola santista. Só não abriu o placar graças ao goleiro Vanderlei, autor de três grandes defesas, uma delas em jogada espetacular de Jadson. O Santos mantinha uma postura cautelosa, assim como em partidas anteriores como visitante no Campeonato Brasileiro. Só levou perigo mesmo em chute de Lucas Lima bem defendido por Cássio.

O Corinthians não manteve na etapa final o mesmo ritmo eletrizante do primeiro tempo. Já era esperado levando o calor infernal, mas mesmo assim seguiu mais perigoso que o rival. Renato Augusto carimbou a trave. Fagner, livre de marcação, chutou para fora. Aos 34 minutos, Zeca derrubou Vagner Love dentro da área. O árbitro deixou o jogo seguir, mas foi alertado pelo assistente da infração. Jadson cobrou o pênalti e fez 1 a 0. Pouco tempo depois, o meia aproveitou contragolpe e ampliou.

A vitória corintiana foi inquestionável. Venceu o time que mais buscou o gol. Segundo o Footstats, foram 15 finalizações contra seis. Claramente, o Santos veio para São Paulo com o intuito de buscar o empate e foi castigado com a derrota. O Timão mostrou que dificilmente deixará de ser campeão no final do ano.

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)