Morre boxeadora de Porto Alegre que lutava contra câncer raro

A boxeadora Giovana Cavalcanti, que lutava contra um tipo raro de câncer, morreu neste domingo em Porto Alegre, reportou o UOL Esporte. A gaúcha de 25 anos ficou conhecida com seu caso – carcinoma mioepitelial de parótida – e pela ajuda de milhares de internautas a levantar R$ 250 mil para seu tratamento.

LEIA TAMBÉM:
Mayweather x Pacquiao: Luta do Século pode ter continuação?

Segundo o médico de Giovana, André Fay, a progressão da doença não pôde ser impedida e ela veio a falecer neste domingo pela manhã. “Ela teve uma piora nos últimos dias e e veio a falecer hoje pela manhã. Não houve nenhum acontecimento específico, apenas um avanço da doença que não conseguimos controlar com as medicações” explicou o especialista, que também é professor de Medicina na PUC-RS.

Giovana, natural de Porto Alegre, teve diagnosticada a doença em 2012, quando uma bolinha apareceu atrás da orelha. O tumor começou atacando a glândula salivar, mas logo depois a situação se complicou ainda, pois houve metástase. O tumor se espalhou para outros órgãos, ossos e o cérebro.

Em 2010, Giovana começou sua carreira no boxe e chegou a entrar no ringue com Popó, há quatro anos, quando o ex-campeão mundial foi à capital do Rio Grande do Sul. Ele, inclusive, homenageou a lutadora no Facebook, neste domingo.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto da capa: Reprodução/Instagram



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.