Grã-Bretanha e Bélgica decidirão a Copa Davis de 2015

Crédito da foto: Oficial/Copa Davis.

Foi definida depois dos jogos deste domingo (20) a grande final da Copa Davis de tênis da temporada de 2015. A Grã-Bretanha, comandada por Andy Murray, medirá forças contra a Bélgica na decisão da grande campeã do ano. Neste final de semana, os britânicos passaram pelos australianos, enquanto os belgas bateram o valente time da Argentina no último confronto. A data da final será entre os dias 27 e 29 de novembro.

MAIS TÊNIS:

Bellucci sofre com dores nas costas, desiste e Croácia vence na Copa Davis

Jogador fantasma? Rival holandês faz elogio curioso ao jogo de Roger Federer

Em Glasgow, Murray tratou de garantir a vitória da Grã-Bretanha sobre a Austrália logo no primeiro jogo do dia. Com o confronto em 2×1 para os mandantes, o britânico aplicou 3 sets a zero (7/5 6/3 6/2) sobre Bernard Tomic e garantiu a vitória. Os britânicos não chegavam em uma final de Copa Davis desde o ano de 1978. Na campanha até a decisão, o time eliminou Estados Unidos e França antes de baterem a Austrália na semi. A Grã-Bretanha tentará o 10° título de Copa Davis, que já não vem desde 1936.

Por outro lado, os belgas passaram sufoco para eliminarem o bravo time da Argentina. Neste domingo, os europeus donos da casa entraram em desvantagem de 2×1, mas David Goffin e Steve Darcis (foto) bateram, respectivamente, Diego Schwartzman e Federico Delbonis e colocaram a Bélgica na final pela segunda vez na história. Em 1904, foram vices diante da Grã-Bretanha.

Já o Brasil acabou sendo rebaixado para a segunda divisão da Copa Davis ao perder por 3×1 para a Croácia em Florianópolis. Com 2×1 em vantagem, o time croata contou com uma ótima atuação de Borna Coric neste domingo sobre Thomaz Bellucci, que teve que desistir da partida no quarto set por conta de dores na região lombar. Em 2016, a equipe brasileira disputará o Zonal Americano.

Crédito da foto: Oficial/Copa Davis.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.