“Gaúcho da Copa” tem homenagem rejeitada no Inter por ser gremista

reproducao / youtube

Segundo informações da Rádio Gaúcha, minuto de silêncio pela morte de Clóvis Acosta Fernandes, conhecido como “Gaúcho da Copa”, foi negada no jogo entre Inter e Corinthians, no Beira-Rio, pelo fato do falecido ser torcedor do Grêmio.

LEIA MAIS
“Gaúcho da Copa”, símbolo da seleção, morre aos 60 anos no RS
Morte de “Gaúcho da Copa” repercute na imprensa internacional

Uma homenagem pela morte do “Gaúcho da Copa”, como era conhecido o corretor de imóveis Clóvis Acosta Fernandes, foi rejeitada na noite da última quarta-feira, no Beira-Rio. A ideia seria fazer um minuto de silêncio antes da bola rolar entre Inter e Corinthians, em alusão ao falecimento do torcedor-símbolo da seleção brasileira, mas pelo fato do Gaúcho ser gremista, o ato foi desconsiderado pelos colorados.

“Não tem nada conosco. Que façam minuto de silêncio lá na Arena”, disse o vice de futebol do Inter, Carlos Pellegrini, quando questionado pela Federação Gaúcha de Futebol sobre a homenagem. O repórter da Rádio Gaúcha, José Alberto Andrade, presenciou o fato.

Sempre vestido com trajes típicos do Rio Grande do Sul, camisa da seleção brasileira, uma réplica da Taça da Copa do Mundo nas mãos e um bigode à la Felipão, o “Gaúcho da Copa” faleceu na última quarta-feira, 16, vítima de um câncer.

Foto: Reprodução/YouTube