Em entrevista, Massa diz que “não chamou” Nelsinho Piquet para a Corrida dos Campeões

Felipe Massa e Nelsinho Piquet dividirão uma equipe brasileira na edição deste ano da Corrida dos Campeões, evento festivo que será realizado no Estádio Olímpico de Londres, no mês de dezembro. Porém, a dupla é considerada improvável, isso por conta do episódio em que Nelsinho, então piloto da equipe Renault, provocou a pedido do time um acidente durante o Grande Prêmio de Cingapura de 2008.

LEIA MAIS:
Nelsinho Piquet e Felipe Massa farão dupla na Corrida dos Campeões deste ano

A manobra forçou a entrada do Safety Car quando Massa, que disputava o título da temporada, liderava a corrida. Nos boxes, um erro da Ferrari liberou Felipe para a pista ainda com a mangueira de combustível ligada ao carro, acabando com as chances de vitória, que ficou com Fernando Alonso, companheiro de Piquet. A manobra, descoberta um ano depois, irrita o atual titular da Williams até os dias de hoje.

Em entrevista ao jornalista Luiz Fernando Ramos, do UOL, Massa mantém sua posição sobre o caso. “O que aconteceu foi inaceitável. Foi uma corrida manipulada. O que me chateia é que tudo veio à tona um ano depois e não mudou nada no resultado”, comenta o piloto, 11º nos treinos livres desta sexta-feira para a edição deste ano do GP de Cingapura, no circuito da Marina Bay.

Questionado sobre uma possível mágoa com Piquet, Massa alega que o piloto fez apenas o que a equipe o pediu. “Nelsinho acabou pagando pelo que ele fez. Ele não bateu de propósito para tirar meu título. Ele bateu pensando nas coisas dele dentro da sua equipe, da maneira que ele achou certo naquela hora – o que, para mim, sempre foi uma coisa totalmente errada”, seguiu Felipe.

Mesmo sem ter qualquer tipo de ressentimento, o vice-campeão de 2008 dá a entender que Piquet não é o parceiro que ele escolheria para a prova. “Não tenho nada contra ele. Não fui eu que o chamei, me convidaram como convidaram ele também. Mas não tenho problema com isso, sou uma pessoa feliz e não é isso que vai tirar minha felicidade”, encerra.

Foto: divulgação/Williams F1



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.