Cruzeiro e Vasco empatam em jogo emocionante no Mineirão

RafaelSilvaCruzeiro e Vasco realizaram na noite desta quarta-feira (16) um verdadeiro jogo de desesperados, uma vez que ambos se encontram em má situação na tabela do Campeonato Brasileiro. O placar final foi de 2 a 2, com gols de William e Alisson para os mineiros, com Rafael Silva anotando duas vezes para o cruzmaltino. Com o resultado, o Cruzeiro foi aos 30 pontos na 13ª posição. O Vasco segue na lanterna, 20ª posição com 20 pontos. Na próxima rodada, os mineiros jogam em Santa Catarina contra a Chapecoense, enquanto que os cariocas recebem no Maracanã o Sport (PE).

O jogo começou com as duas equipes trocando bolas na defesa e aos cinco minutos, Marquinhos recebeu um passe e concluiu a gol, Jordi deu um leve desvio para escanteio. Na cobrança, a zaga afasta. Com sete minutos, Nenê assusta Fábio com um bom chute, mas que saiu para fora. Aos 13, Bruno Rodrigo cede escanteio e na cobrança a bola fica com a ofensiva vascaína. Herrera recebe e sofre falta. A cobrança, a bola explode na barreira e mais um escanteio para o Vasco. A equipe carioca pressionava os mineiros e estava mais presente na parte ofensiva.

O Cruzeiro tentou chegar no ataque aos 20, quando Ariel acionou Marquinhos na área, mas a defesa vascaína afastou. No minuto 22, Alisson tentou um cruzamento na área, mas a zaga do Vasco cortou. Aos poucos, os celestes tentam chegar mais no ataque, encurralando o cruzmaltino. Aos 25, Rafael Silva ganhou na corrida de Bruno Rodrigo e fuzilou a saída de Fábio, fazendo 1 a 0. No entanto, a alegria vascaína durou pouco. Jordi repôs a bola errado na direção de Rodrigo e William recebeu na entrada da área, mandando um chute indefensável. 1 a 1. Após o gol, houve uma pequena confusão e Rodrigo recebeu o cartão amarelo, que o afastou do jogo do fim de semana.

No minuto 30, Nenê arranca pela esquerda e tenta um cruzamento. A zaga cruzeirense afasta para escanteio. A cobrança, a defensiva rechaça. Depois, aos 32, Marquinhos arrancou pela esquerda, disputou com a zaga e conseguiu escanteio. Na cobrança a defesa do Vasco afastou. Nesta altura do jogo, os dois times buscavam o ataque, uma vez que o empate em nada é benéfico as equipes. William recebeu livre na área e Jordi afastou para escanteio. Na cobrança, Herrera mandou um bico pela lateral. Aos 35, Ceará joga na área e Manoel disputa com Jordi, o goleiro vascaíno afasta.

Bruno Rodrigo cometeu falta sobre Nenê e na cobrança, o vascaíno mandou para fora. Logo depois, o defensor celeste saiu para a entrada de Paulo André. Julio dos Santos foi amarelado aos 38 e nos instantes finais, o Cruzeiro esteve mais presente no ataque e o Vasco seguia recuado, e Cerará ajeita na área para William, que aciona Alisson, que desempata o jogo. Cruzeiro 2 a 1. Serginho cometeu uma falta dura em Ceará, ganhou o amarelo e foi decretado o fim da primeira etapa.

O segundo tempo começou com Herrera levando uma travada da zaga e a bola sobrou para Nenê, que mandou para fora. Pouco depois, Rafael Silva recebeu no ataque, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos cinco, Madson disputa com Pará e deixa a bola sair pela linha de fundo, tiro de meta. Depois, Rafael Silva faz uma jogada de efeito a linha lateral, mas o lançamento para Bruno Gallo sai fraco e a bola fica com a defesa celeste. Com 10 minutos, Willians colocou a mão na bola dentro da área, mas o juiz não assinalou.

Nenê saiu para a entrada de Andrezinho e aos 14, o Cruzeiro veio com perigo no campo de ataque, William cabeceia para defesa de Jordi e em seguida, De Arrascaeta entra no lugar de Marquinhos. Aos 17, Julio César recebe no campo de ataque, mas chuta fraco para fora. No minuto 20, Andrezinho ergueu na área e assustou Fábio. Escanteio concedido e na cobrança a defesa afasta. O jogo ia ganhando em dramaticidade, já que o placar em nada ajudava o Vasco e para o Cruzeiro, o resultado era importante na briga pela fuga do rebaixamento.

Aos 26, Henrique cometeu falta em Serginho e recebeu amarelo. Logo depois, o Vasco mudou duas vezes o time. Entrou Renato Kayser e Thales, saíram Serginho e Herrera. A aposta era pressionar os mineiros em busca do empate. Aos 34, Renato Kayser tenta ganhar da zaga e arranja um escanteio. Na cobrança de Andrezinho, a defesa tira e na volta, Fábio faz golpe de vista e Rafael Silva empata o jogo. 2 a 2.

Aos 37, Andrezinho aciona Renato Kayser e Fábio faz defesa arrojada. Vinicius Araujo entrou no lugar de Ariel. Os minutos finais se tornaram dramáticos, já que um gol além de dar a vitória, daria um fôlego na fuga para o rebaixamento. Aos 40, De Arrascaeta aciona William na área e a defesa do Vasco tira, no lance seguinte, Andrezinho acha Kayser na área e Ceará manda para escanteio. Aos 41, Andrezinho aciona Rafael Silva na área e Fabio faz a defesa. No lance seguinte, o Cruzeiro arranja um escanteio e a defesa vascaína rechaça. Aos 43, De Arrascaeta aciona Luan na área e a defesa do Vasco afasta. Aos 47, Julio dos Santos, que já tinha amarelo, recebe o segundo e é expulso. No minuto 49, Vinicius Araujo chutou, Jordi defendeu e Arrascaeta perdeu a chance final. Fim de jogo 2 a 2.

Ficha técnica
Cruzeiro 2 x 2 Vasco

Motivo: 26ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 16 de setembro de 2015 (quarta-feira)
Horário: 22h (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Público / Renda: 19.888 pagantes / R$ –
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Herman Brumel Vani (SP)

Cartão amarelo: Bruno Rodrigo, Henrique, Ceará (Cruzeiro); Rodrigo, Julio dos Santos, Serginho (Vasco)
Cartão vermelho: Julio dos Santos (Vasco)

Gols: Rafael Silva – 25’/1ºT (0-1); Willian – 26’/1ºT (1-1); Alisson – 42’/1ºT (2-1), Rafael Silva – 34’/2ºT

Cruzeiro
Fábio; Ceará, Bruno Rodrigo (Paulo André), Manoel e Pará; Henrique, Willians, Ariel Cabral (Vinícius Araújo), Alisson e Marquinhos (De Arrascaeta); Willian
Técnico: Mano Menezes

Vasco
Jordi; Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Serginho (Renato Kayzer), Bruno Gallo, Julio dos Santos e Nenê (Andrezinho); Rafael Silva e Herrera (Thales)
Técnico: Jorginho

Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br