Coritiba vence Atlético e ganha fôlego contra a degola

Negueba
Negueba
Negueba

Coritiba e Atlético mediram forças no Couto Pereira em jogo que colocava um time querendo sair da zona do desespero e outro que quer se aproximar mais do G4. No final, o placar foi favorável ao alviverde pelo placar de 2 a 0, com gols de Henrique Almeida e Negueba. Com o resultado, o Coxa foi aos 33 pontos ocupando a 14ª colocação. Já o Furacão parou nos 38 pontos na nona colocação. Na próxima rodada, o Coritiba joga contra o Cruzeiro no Mineirão e o Atlético recebe a Ponte Preta na Arena da Baixada.

O jogo começou com o Coritiba indo para o ataque e Lucio Flavio sofreu falta com menos de um minuto. Na cobrança a bola ficou com Weverton. No lane seguinte, Valter acionou Everton, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos três minutos, Nicão e Alisson Maia disputaram de cabeça na área do Coxa, mas o juiz parou o lance indicando falta no jogador do alviverde. Kleber tentou levar perigo à defensiva do Furacão, mas foi contido e em seguida, Marcos Guilherme deixou a bola sair na linha de fundo. Com nove minutos, Kleber domina a bola com o braço, mas o juiz pega falta nele. Na cobrança, a zaga atleticana manda para escanteio. Na cobrança, o camisa 52 foi flagrado em impedimento.

Nesta altura do jogo, o Coritiba fazia valer o fato de ser o dono da casa e tinha maior volume de jogo. O time verde teve uma falta a seu favor, que parou na barreira, mas em seguida, Henrique Almeida foi acionado por Negueba aos 12 minutos e abriu o placar no Alto da Gloria. Coxa 1 a 0.

Após o gol, Marcos Guilherme tentou responder para o Furacão, mas Wilson defendeu e ainda deu uma bronca em Negueba por uma falha na marcação. Aos 19 minutos, Nicão partiu para a área e chutou a bola na direção do gol, a zaga afastou e Marcos Guilherme tentou pegar e Negueba relou o braço na bola. Porém, Marcelo de Lima Henrique nada marcou. O Furacão buscava reagir no jogo e conseguia alguns escanteios, mas que não eram aproveitados. Aos 29, Kadu deixou o braço no rosto de Henrique almeida. Falta anotada e cartão amarelo aplicado. Depois, João Paulo comete falta dura e é amarelado. Alan Santos sentiu o joelho e foi substituído por Juan.

No minuto 34, Valter foi acionado no ataque, mas flagrado em impedimento. O furacão tentou insistir mais algumas vezes, mas não teve um chute efetivo ao gol. O Coritba respondeu aos 39 quando Negueba acionou Henrique Almeida e a bola foi para fora. Aos 41, Walisson Maia, perde a bola e ela fica com Valter, que chegou na arrancada e chutou sobre o gol de Vagner. Porém o camisa 18 se lesionou e pediu sua substituição. De la Torre entrou no lugar do comandante de ataque atleticano. Aos 44, Negueba recebe belo passe de Lucio Flavio e manda na saída de Weverton. Coritiba 2 a 0. No final da primeira etapa os times s[o queriam o final desta parte do jogo. Ficou o resultado construído nesta primeira etapa, Coxa 2 a 0.

Na volta para a segunda etapa, Devid saiu e Ewandro entrou no jogo, que tinha o Coritiba dominando. Negueba aos três minutos teve boa chance, mas mandou em cima da zaga do Furacão. Aos 10, Kleber sentiu contusão muscular e caiu no gramado. Ele saiu para a entrada de Rafhael Lucas. Assim que entrou, ele chutou uma bola rumo ao gol, mas Sidclei desviou. Aos 14, um escanteio contra o furacão foi cobrado e aconteceu um choque entre Weverton e Henrique Almeida. Num primeiro momento, o juiz não deu falta, mas parou o jogo para atendimento ao atacante do alviverde.

Aos 21, Ewandro veio pela esquerda, chegou em condição de arrematar a gol e Alisson Maia salvou uma ótima chance do Furacão. Aos 24, João Paulo cobrou escanteio e Juan cabeceou cara a cara contra Weverton, que fez boa defesa. Em seguida, Negueba (que foi substituído por Paulinho) recebeu amarelo por reclamação, bem como Henrique Almeida. Os dois jogadores estão fora da partida com o Cruzeiro por ter levado o terceiro amarelo. O furacão mexeu também e tirou Eduardo para colocar Crizan em seu lugar. Aos 28, Walisson Maia cortou uma boa possibilidade de chute na área de De la Torre. No minuto 30, Hernandes e Paulinho trocaram empurrões e ambos receberam cartão amarelo. O meia Juan também engrossou a lista dos amarelados em campo.

A parte final da partida tinha um clima bélico em campo, com jogadas ríspidas e mais cartões amarelos surgindo. Desta vez, Rafhael Lucas foi amarelado por falta em Sidclei. No minuto 40, Marcos Guilherme tinha uma chance clara e manifesta de gol e levou falta por trás de Lucio Flavio. Expulsão direta, segundo Marcelo de Lima Henrique. Na cobrança, Nicão mandou em cima da barreira. No lance seguinte, Henrique Almeida acionou Rafhael Lucas na direita do ataque e ele chutou rente a trave de Weverton. O Furacão ainda tentou fazer um “gol de honra”, mas não conseguiu seu intento. Fim de jogo, Coritiba 2 a 0.

Ficha técnica:
Coritiba 2 X 0 Atlético-PR
Local: Couto Pereira – Curitiba – PR
Data: 20/09/2015
Horário: 18:30h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique(PE)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn(PR) e Moises Aparecido de Souza (PR)
Gols: Henrique Almeida aos 12 e Negueba aos 44 do primeiro tempo
Cartões: Amarelos: João Paulo, Negueba, Henrique Almeida, Paulinho, Juan, Rafhael Lucas e Leandro Silva (Coritiba); Kadu, Otávio e Hernandez (CAP). Expulsão: Lucio Flavio (Coritiba).

Coritiba: Wilson, Leandro Silva, Walisson Maia, Juninho, Carlinhos, João Paulo, Alan Santos (Juan), Lucio Flavio, Negueba (Paulinho), Kléber (Rafhael Lucas) e Henrique Almeida
Técnico: Ney Franco

Atlético-PR: Weverton, Eduardo (Crysan), Vilches, Kadu, Sidcley, Otávio, Deivid (Ewandro), Marcos Guilherme, Hernandez, Nikão e Walter (Delatorre)
Técnico: Milton Mendes

Foto: site oficial do Coritiba