Copa Davis: Como a Croácia chega para o duelo contra o Brasil

Foto: Hedeson Alves/Site oficial da Davis Cup

Após ser derrotada na primeira rodada do Grupo Mundial da Copa Davis para a Sérvia (5 a 0), a Croácia chega ao Costão do Santinho, em Florianópolis, motivada em garantir a sua permanência na elite do tênis mundial em 2016. A disputa se inicia nesta sexta-feira e termina no domingo.

LEIA MAIS:
Copa Davis: Como o Brasil chega para o duelo contra a Croácia
Copa Davis: Time do Brasil para o confronto contra a Croácia
Copa Davis: Veja a ordem dos jogos entre Brasil x Croácia
Copa Davis: Confira tudo sobre o duelo entre Brasil e Croácia

A equipe croata não conta com o seu principal jogador: Marin Cilic. O número 14 do ranking da ATP sofreu lesão no tornozelo esquerdo na semifinal do US Open na semana passada e não teve tempo suficiente para se recuperar.

O jovem Borna Coric, de apenas 18 anos, é a grande esperança para despachar o Brasil. O número 33 do mundo se preparou muito bem para os jogos no saibro. Na última semana, ele faturou o título o Challenger de Barranquilla, na Colômbia, ao derrotar o brasileiro Rogerio Dutra Silva, na grande final da terra batida. As parciais foram 6/4 e 6/1.

Coric fará o segundo jogo desta sexta-feira contra João Souza, o Feijão. Os dois tenistas jamais se enfrentaram. No domingo, a promessa croata abre o dia contra Thomaz Bellucci (30º), em outro duelo inédito.

Surpreendentemente, o capitão Zeljko Krajan escalou Mate Delic, 499º ranking, como tenista número 2. Ele abrirá o confronto contra Thomaz Bellucci. Delic tem histórico modesto em simples. Em 2015, Delic disputou apenas quatro partidas e perdeu todas. Na história da Davis, entrou em quadra apenas quatro vezes, com apenas uma vitória – logo em sua estreia contra o holandês Igor Sijsling.

Delic está pré-escalado para o último jogo do confronto contra o João Souza. O veterano Ivan Dodig (106º) não teve tempo para se adaptar ao saibro, já que vem de um Challenger disputado em piso duro na França, mas pode acabar virando opção em um possível duelo decisivo.

Dodig está confirmado nas duplas ao lado de Franko Skrugor. Esse último é apenas o número 185 no ranking da ATP. Já Dodig tem histórico vitorioso. É o número 6 nas duplas. Costuma atuar ao lado do brasileiro Marcelo Melo, que curiosamente será o seu rival no sábado.

Foto: Hedeson Alves/Site oficial da Davis Cup



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)