Colombiano acusa ex-Corinthians de racismo: ‘Me chamou de negro de m…’

O duelo entre Boca Juniors e Argentino Juniors não ficou só marcado pelo choque entre Tevez e o meia Ham. Outro episódio também foi relatado na partida foi quando o meia colombiano Reinaldo Lenis, do Argentino, que foi expulso no jogo, acusa o Nicolas Lodeiro, ex-Corinthians, de racismo e explica o motivo que recebeu o segundo cartão amarelo.

LEIA MAIS:
“Agora vou pedir perdão”, diz Tevez após choque com rival

“Lodeiro me discriminou, me chamou de negro de merda e isso me fez explodir”, explicou o colombiano sobre o racismo que sofreu após o duelo no gramado do estádio.

O meia prosseguiu e comenta o porque foi expulso e Tevez, que quebrou a perna do meia Ham, não saiu de campo mais cedo. Lenis acredita o que mais pesou, foi a camisa do Boca Juniors, por ter mais história que o Argentino Juniors.

“Aqui pesou a camisa. Tevez quebrou Ham e não foi expulso. A mim expulsam por ser Lenis”, afirmou.

Além das polêmicas, outro lance que chamou atenção na vitória do Boca Juniors por 3 a 1 diante do Argentino Juniors. Foi um gol legal que foi anulado pelo juiz Luis Alvarez, que aconteceu durante a etapa complementar.

Foto: Reprodução/TV Télam



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com