Capitã de time do Irã perde competição após marido revogar passaporte

A jogadora Niloufar Ardalan, capitã da seleção feminina de futebol do Irã, ficou fora da Copa da Ásia por um motivo que mostra o machismo dominante na sociedade iraniana. O marido de Ardalan usou seu direito garantido na lei para revogar o passaporte dela, proibindo a saída do país. Isso mesmo, um direito garantido aos homens naquele país.

LEIA MAIS
Carioca Feminino: Flamengo se recusa a entrar em campo pelas péssimas condições do gramado

De acordo com informações da agência Associated Press, o marido da jogadora é o jornalista esportivo Mahdi Toutounchi, de 30 anos, que decidiu proibir a mulher de viajar porque quer que ela esteja em casa no primeiro dia de aula dos filhos na escola.

Não há a menor possibilidade de recurso à Justiça do país para que Ardalan tenha a permissão de viajar. A decisão é exclusiva do marido. Se ela fosse solteira, o passaporte teria que ser concedido pelo pai dela. Ou seja, a palavra final para uma mulher poder viajar é sempre de um homem.

O caso gerou repercussão e uma onda de apoio à jogadora nas redes sociais. Ardalan tentou não criar mais polêmica e criticou aqueles que, segundo ela, “usaram o caso para atacar” o Irã, mas mesmo assim pediu que o governo local pense em modificar a lei para permitir que as atletas representem o país em competições esportivas.

“Eu sou apenas um soldado que luta para erguer a bandeira do nosso país”, escreveu a jogadora em uma rede social. “Eu gostaria que uma lei fosse aprovada para permitir às mulheres que são soldados que lutem para erguer a bandeira do Irã”, completou.

O Irã tem tradição de repressão das mulheres também em competições esportivas. No ano passado, a jovem Ghoncheh Ghavami, de 24 anos, foi presa e condenada por assistir a uma partida de vôlei masculino no país, válida pela Liga Mundial.

No país, os jogos de vôlei masculinos são proibidos para mulheres desde 2012. Nem mesmo as mulheres jornalistas credenciadas podem acompanhar as partidas.

Foto: Reprodução/Twitter



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.