Alan Patrick explica motivo de não ter rendido no Palmeiras e da mudança para o Flamengo

Com seis vitórias em seis jogos, o meia vem sendo um dos principais jogadores do Flamengo na arrancada do returno do Campeonato Brasileiro. Alan explicou o motivo de não ter rendido no Palmeiras o que vem rendendo no rubro-negro e falou ainda sobre a diferença do Fla para os outros clubes que jogou.

LEIA MAIS:
Torcida do Flamengo em Brasília impressiona Ederson: “É uma recepção única em toda minha carreira”
Flamengo x Coritiba: Oswaldo de Oliveira comemora mobilização da torcida em Brasília
Mercado da Bola: Ex-atacante do Flamengo, Diego Maurício acerta com novo clube

O meia Alan Patrick parece ter reencontrado o futebol que todos esperavam que tivesse quando surgiu como grande promessa no Santos, o que rendeu ao atleta uma transferência para Europa. De volta ao Brasil, o camisa 27 do Fla explicou, em entrevista ao site GloboEsporte.com, o motivo de não ter rendido tanto nos clubes que passou, principalmente no Palmeiras.

– Quando Oswaldo de Oliveira chegou ao Palmeiras, eu até era titular, mas as lesões me atrapalharam muito. Tive uma lesão na posterior, e logo que voltei machuquei a anterior da mesma coxa. O Palmeiras tinha contratado muito, e tinha muitos jogadores da minha posição que estavam jogando bem. Eu tinha que esperar o meu momento, aí surgiu o interesse do Flamengo. Conversei com o Oswaldo e com a diretoria, e achei que era melhor a minha saída. Graças a Deus está dando certo. Hoje estou aqui, o Oswaldo chegou, a gente está trabalhando junto de novo. Mas ele é um excelente profissional, um cara do bem pra caramba, inteligente e competente no que faz.

 

César Greco/Ag. Palmeiras
César Greco/Ag. Palmeiras

 

O meia disse ainda que veio para o Flamengo sem nenhum tipo de receio de desconfiança da torcida rubro-negra por ter atuado pouco pelo Palmeiras e por ter ficado fora de jogos do alviverde por culpa de lesões.

– Não tive receio. Eu não vim com aquele alarde todo, aquele status de estrela, mas procurei sempre fazer meu trabalho focado e mostrar dentro de campo meu valor para todos. Vem dando certo, os resultados vêm acontecendo. Com essas grandes atuações, acho que agora a torcida me conhece (risos), todo mundo me conhece, sabe do meu potencial. Espero dar continuidade dessa mesma maneira.

Em boa fase no Flamengo, Alan Patrick diz acreditar que o atual momento, é o melhor em sua carreira e sonha com uma convocação para seleção brasileira.

 Acredito que sim. Está sendo o melhor momento da minha carreira. Em relação a ser convocado, a seleção Brasileira sempre foi meu sonho. Todos buscam essa convocação. Mas estou bem focado aqui. Espero continuar apresentando bom futebol. Claro que todos estão vendo, até o próprio treinador da Seleção. Espero continuar nessa boa sequência para, se Deus quiser, conseguir um dia uma convocação. É meu sonho e vou trabalhar para isso.

 

AlanPatrick

 

Com passagens por clubes de São Paulo, Rio Grande do Sul e Ucrânia, Alan Patrick diz qual diferença dos outros clubes que atuou para o Flamengo.

– A torcida do Flamengo é a maior, né? Em todo lugar em que vamos jogar somos recebidos com festa. Vejo uma torcida que abraça o time. Agora, com esse bom momento da equipe, a tendência é que eles venham junto com a gente. A cada jogo eles estarão nos apoiando, fazendo o papel deles fora de campo. Dentro de campo a gente vai procurar retribuir. Realmente é uma torcida fantástica, faz a diferença.

Alan Patrick tem contrato até o fim do ano com o Flamengo, que já iniciou conversas com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, para renovação de contrato com o meia.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi