“A melhor defesa é o ataque”? No Palmeiras não é bem assim; entenda

César Greco/Divulgação

Com 48 gols em 27 partidas, o Palmeiras tem o melhor ataque da competição. No entanto, os 30 gols tomados até o momento tiram o sono do técnico Marcelo Oliveira e dos defensores do Verdão no Campeonato Brasileiro.

LEIA MAIS
Alexandre Mattos não tem pressa para renovar com Rafael Marques e Zé Roberto
Vitória sobre o Grêmio aumenta chance de Palmeiras terminar Brasileirão no G-4

Há um ditado que diz que “a melhor defesa é o ataque”. De fato, um time pode levar até 5 gols em uma partida se, no final, tiver feito seis e levado os três pontos pra casa. No Palmeiras, no entanto, a preocupação com a defesa é muito grande, mesmo o time tendo o melhor ataque da competição.

“É um time que precisa atacar bastante, ser ofensivo, mas quando não tem a bola marca muito, coisa que Grêmio, Corinthians e Atlético-MG fazem bem. Estamos em formação, às vezes tem uma oscilação”, comentou o técnico Marcelo Oliveira.

“O que está pegando é tomar gol. É muito gol por desatenção. É difícil determinar, cada hora é um [erro]. O principal é a falta de atenção. Os caras só chegam ao nosso gol quando damos chance. Ali na frente da área, quando o time está todo pronto para sair jogando, é complicado de recuperar. É só ter um pouco mais de atenção e foco que a gente para de cometer esses erros”, explicou o zagueiro Vitor Hugo.

No Brasileirão, o Palmeiras saiu sem tomar gols em apenas oito oportunidades, sete delas no primeiro turno. Nessa segunda metade do campeonato, o Verdão só saiu ileso na 25ª rodada, contra o Figueirense: 2-0 no Allianz Parque.

“É normal errar, ainda um time com vocação ofensiva como a nossa. Claro que não é o ideal [tomar tantos gols], mas gostamos de atacar, e às vezes abrimos mão de uma segurança defensiva um pouco maior”, opinou o goleiro Fernando Prass.

Não levar gols se torna ainda mais fundamental na Copa do Brasil, próximo compromisso do Verdão. Nas próximas duas quartas-feiras, o Palmeiras irá enfrentar o Internacional para decidir quem avança às semifinais da competição mata-mata. Não levar gols, principalmente em casa, é um grande triunfo dos times nesta competição.

Foto: César Greco / Palmeiras / Divulgação